terça-feira, 20 de novembro de 2007

Apagar

Têm-me perguntado algumas vezes porque apaguei outros blogues.
Eu explico : tem sempre a ver com estados de alma doridos, como se afastasse aquilo em que não quero pensar.
Concluí, depois de tanto apagar (!) de que não me afasto, afinal, daquilo em que não quero pensar...antes pelo contrário.
Espero ter esclarecido os meus leitores.

8 comentários:

António Sabão disse...

No que me toca fiquei mais ou menos esclarecido. Bem, ainda são só onze da manhã!
Beijinhos

lena disse...

um abraço meu doce poeta

beijinhos


lena

Besnico di Roma disse...

Pois… estou esclarecido!


Importas-te de explicar como se eu fosse mesmo muito burro!?...
Um beijo

Mocho-Real disse...

Não há borracha ou moderno "delete" que apague os sentires. Só o tempo e a nossa vontade.

Um abraço.

A. João Soares disse...

Apagar blogs ou simples posts nada resolve e acaba por ser uma falta de consideração pelos leitores e aqueles que ali deixaram comentários. Desde o momento em que foi publicado deixou de ser propriedade nossa. Já cometi esse pecado e estou repeso.
Apagar um post é como um escritor entrar à força em nossa casa e roubar-nos os livros de que foi autor.
Abraço

In Loko disse...

Não é fácil nos afastarmos do que não queremos pensar... estão sempre no "sótão" burilando!!!

Beijinhos Paula.

In Loko disse...

Não é fácil nos afastarmos do que não queremos pensar... estão sempre no "sótão" burilando!!!

Beijinhos Paula.

wind disse...

Gargalhadas, só tu Paula:)))))
beijos