quarta-feira, 7 de novembro de 2007

Afago

Avassalador afago
que na tua pele
consome a breve
existência de mim.

5 comentários:

Um Momento disse...

E num afago me chego a ti e te sorrio,um beijo terno te sopro
Dia lindo desejo

(*)

MARTA disse...

Deixo um abraço e o leve aroma de Paris de Yves Saint Laurent.
Obrigada pela visita.
Beijos e abraços
Marta

Vieira Calado disse...

Um bonito poemeto.
Eu que o diga!
Também me dedico a este difícil género.
Muito grato pela apreciação que faz da 3ª edição do meu recente Livro
Merdock, um cão nos anos 50.
Bem haja.

António Sabão disse...

Lindo Paula, LINDO!!!
bjs

viajante disse...

E a Paula desiste sempre... de desistir. E ainda bem.
Faz falta a sua escrita.