segunda-feira, 30 de junho de 2008

O meu longo poema

Vou escrever um poema grande
cheio de frases sem sentido
e de amargos soluços
e escrevo-o de um planeta
irreal.

Vou escrever e apagar,
pintar e reconstruir,
amassar e destruir,
e...
enquanto escrevo e talvez não,
deixo-te um som
como que de luz construído,
envolto em mistério,
nas páginas
da minha vida.

16 comentários:

Um Momento disse...

Enquanto escrevemos sentimos ...
Traçamos o que nos vai na alma...
Lindo Paula
Deixo-te um grande beijo!

(*)

Isabel-F. disse...

belissimo.


beijinhos e boa semana

A. João Soares disse...

O mistério atrai. Todas as religiões têm mistérios não explicáveis. Escreve sempre, mas deixa uma parte de ti envolta em mistério, envolto em fumaça, que espicace a curiosidade para desvendar o quê. A poesia nem sempre é um cristal transparente e, por isso, permite mil leituras, por vezes disparatadas, como as minhas!
Beijos
João

wind disse...

Lindo poema:)
Beijos

Graça Pires disse...

O poema com as palavras certas.
Um beijo.

De Amor e de Terra disse...

vida é feita desse fazer e apagar de poesia, na qual se vive ou se morre, até chegar A HORA!

Beijos e obgd. pela visita.

Maria Mamede

poetaeusou . . . disse...

*
poema,
um longo ri(e)mar
,
jinos
,
*

daniel disse...

Paula Raposa

Cada poema, envolve um mistéri, algo que o poeta, apenas desnunda, para as entrelinhas. Tentam dicifrar-se, mas por vezes em vão!...
Daniel

alice disse...

muitos são os rascunhos necessários para se escrever o que realmente nos é urgente...

viajante disse...

(Comentário perdido noutro lado ?)
Pesquisa os Azulejos.Com e verás que não há sujidade.
Bj

poetaeusou . . . disse...

*
vida
vivida
de um longo poema
,
jinos
,
*

Dad disse...

Olá Paulinha!

Estive a ler os teus poemas e vou escrever aqui, mas quero englobar todos eles pois estão todos belíssimos. Alma de mulher, estás na tua maturidade em todos os aspectos. Muito belo, equilibrado,cantante.

Gostei muito.
Foi um belo momento de poesia.

Beijinho,

xistosa - (josé torres) disse...

Frases sem sentido, soluçantes, de som irreal, são uma página da vida íntima de cada.
Daí o poema longo.

Laura disse...

Olá miuda!...
Realmente cada um interpreta à sua maneira... Vejo na spoesias ou canções que escrevo e nas respostas que obtenho.
Vim apenas deixar-te um beijinho e desejar um dia feliz..laura..

Pena disse...

Doce Amiga:
Por ser um poema sem sentido, torna-o lindo. Encantado pela sua poderosa, sensível e harmoniosa beleza e encanto.
LIndo de se ver.
Admiro-a.
Como junta tão bem as letras que compõem frases belas e simpáticas.
Excelente! Bela poesia de sonho.
Beijinhos.
Tem uma Alma poética gigante.
Nutro por si e pelo que escreve muita beleza. Tem uma escrita de fascínio.
Beijinhos de amizade e respeito que estima.

pena

© Piedade Araújo Sol disse...

gostei!

é um poema de amor, e dor!

beij