quarta-feira, 25 de junho de 2008

Tempo

Se do amarelo e azul
consegues verde
e sonhas um arco-íris ideal,
metáfora,
perdes o escasso tempo
esvoaçando
os planaltos,
quando a teu lado
os trovões acompanham
todas as hipérboles
acabadas.

6 comentários:

wind disse...

Não sejas tão pessimista:)
Beijos

poetaeusou . . . disse...

*
coloridas metáforas,
,
jinos
,
*

peciscas disse...

É necessário ultrapassar os trovões para continuar a sonhar com os arco-íris.

xistosa - (josé torres) disse...

Os arco-íris, mesmo ideais, não serão metáforas, serão as hipérboles que beijam montes e vales e coisa curiosa, são difíceis de se aproximarem de nós.
Talvez a ilusão esteja tão distante, que a não consigamos abarcar.
Mas, suponho eu, que dependerá do tamanho dos braços de cada um.

A. João Soares disse...

Para que esvoaças os planaltos se ao teu lado tens os apoios de que precisas para seres feliz. Procura a felicidade dentro de ti, nos métodos como te analisas e como vês os outros. És feliz e não estás a dar conta!
Haja alegria!
Beijos
João

Graça Pires disse...

"Não me roubes uns segundos, não mos roubes que me atrasas. É que agora tenho asas nos meus olhos vagabundos". Lembrei-me a propósito deste poema sobre o tempo.
Beijos.