sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

Verdices e pinceladas


O quadro pendurado
na parede do quarto
toma forma e sai da tela
mexendo-se ao teu ritmo
pintado de verdes
é o mar que se verte
na minha bebedeira
de ti...


O título e o quadro são do meu querido Amigo António Ferreira Santos. O poema é meu.

23 comentários:

MPereira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
korrosiva disse...

Bela união de dois fantásticos artistas :))

beijinhoss

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA PAULA, BELESA SEM FIM, SÓ GRANDES MESTRES PINTAM ASSIM ... ADOREI... UM GRANDE ABRAÇO DE CARINHO,
FERNANDINHA

Maria Clarinda disse...

Maravilha de homenagem, Paula!!!!
O poema e a pintura belíssimos!!!!A beleza destas palavras...

(...)

é o mar que se verte
na minha bebedeira
de ti...

Obrigada pela partilha!!!!
Jinhos mil

Branca disse...

Bonitas palavras...
Conheço um artista...que pinta lindamente, mas o interessante é que por várias vezes já vi quadros quase finalizados e que depois ia ver de novo e ele tinha coberto tudo de verde...pinceladas tb...me lembrei vendo a tela rs.
bjo carinhoso,
Branca.

PreDatado disse...

Já tinha visto o quadro no Sabão mas é tão bom ler o que tem para nos dizer.

Ana Martins disse...

O verde que predomina no quadro é a cor da esperança, no poema a bebedeira é sadia!

Bela conjugação!!!

Beijinhos

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Olá,
Como é verão aqui em Florianópolis SC, muitos turistas na ilha, e eu trabalho diretamente com turismo estou com pouco tempo, então só passo para uma visita rápida e ver as novidades.
Um grande abraço

Sonia Schmorantz disse...

Lindo!!! Tem o meu jeito de ver as coisas...
Um abraço

wind disse...

Belo poema.
Beijos

Amaral disse...

A poesia tem a vantagem mágica de pular os contornos da realidade e fazer-se entender em todas as palavras e versos...
Assim, simplesmente assim...

Justine disse...

E poema, pintura e título fundem-se numa onda calma e verde, louca e verde,harmoniosa...

vício disse...

preferes que diga que o poema é lindo, para ser agradável e marcar presença, ou que diga um disparate do tipo: o pintor devia ter fixado melhor a pintura para não sair da tela!?

Odele Souza disse...

Muito bonito Paula. A pintura, é uma maravilhosa forma de expressão. (A escrita também, claro)

Beijos.

mfc disse...

Os desejos fazem-nos acreditar que possam acontecer.

Menina_marota disse...

" Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós." (Antoine de Saint-Exupéry)


Uma associação muito feliz, a do poema e da pintura.

Beijinho e bom fim de semana ;))

xistosa - (josé torres) disse...

Para mim o quadro é pouco mais que uma "Verdura".
Não sou crítico nem nada percebe.
Desde que vi, um quadro todo pintado de preto, com uma pequena bolinha vermelha, guardado e vigiado e pintado(???), por Juan Miró, então este nem a foto deveria ter aqui.
Também tem um todo verde com uma grande forma circular vermelha.
Não sei se a parte artística está no suporte desses quadros ... talvez!
Até o louco Dali sempre pintou algo mais substancial.
Deste quadro, tudo deveria ser bem guardado.
Mas isto sou eu que não aprecio o belo.

Mas entrei aqui para ler e ajudar.
Vou enviar meia dúzia de pregos para segurar o "magano" à parede, não vá afogar a poetisa ... com as suas ondas.

mundo azul disse...

_________________________________

Casamento perfeito entre a bela imagem e poema...

Seus poemas são preciosos, Paula!

Beijos de luz e o meu carinho...

_________________________________

Elcio Tuiribepi disse...

Româs me lembram amoras, que antes eu via muito por aqui onde moro...hoje em dia parecem ser raridade por aqui...parabens pelos poemas, gostei muito também do "Destroços"...um abraço na alma...bom fim de semana...

Fa menor disse...

Gosto da sensação destas cores!
verde... mar.. esperança...

Bom fim-de-semana
beijinhos

vida de vidro disse...

Que extraordinária bebedeira de verde! Na pintura e nas palavras. **

BC disse...

Uma aguarela muito bonita, com um poema condizente.
Beijo
Isabel

Persida disse...

Ana Paula gostei muito do teu texto é muito bonita, e vai muito bem com a pintura.
Amiga
Persida Silva
Artista