sexta-feira, 9 de maio de 2008

Contra

Contrafeito a contragosto
em contramão, em contraponto
contrabaixo e contralto,
contradito a contraluz
é a contrapartida contraposta
naquilo que ele se traduz.

Contrasenso comum,
contraverte em contravolta
a fina poeira contra-ataque,
contracurva da revolta.

9 comentários:

© efeneto disse...

Pressenti o naufrágio
que me deixou só neste deserto:
os seus olhos de mar já me haviam avisado.
Uma tempestade de palavras
silenciosas como convém
ou ardilosas como lhe convinha,
espalhou o caos no velame
e o barco desgovernou-se
e doeu-me no interior que sou.
****
Uma tempestade de palavras
Para lhe desejar um fim-de-semana
Cheio de sonhos concretizados.
Aproveite e leve uma recordação do
Ø G®¡†ö ðö Þöë†ä
Para colocar junto á nossa amizade.
Deixo um saco de beijos e abraços,
Façam o favor de escolher e de serem felizes.

Carla disse...

contra os contrários contrario e com convicção confirmo que GOSTO
bom fim de semana
beijos

A. João Soares disse...

Belo trabalho com as palavras, do contra sem contradições. Um cientista enunciou uma lei da Física que diz que, a cada força, se opõe outra de igual valor mas de sentido contrário.
Qualquer acção gera uma reacção. De acordo com estes conceitos, os contrários unem-se a cada momento, estão presentes, coexistentes, para que haja equilíbrio.
Só nas ditaduras os contras são indesejados, hostilizados e perseguidos, por vezes, até à morte. Mas as ditaduras não são exemplos da vida artísticas, científica ou poética.
Viva quem faz poesia jogando tão habilmente com a palavras. Oxalá o acordo ortográfico não lhe dê muitos dissabores!!!
Beijos
João

poetaeusou . . . disse...

*
em revolta,
contra . . . nada,
,
força amiga,
,
jinos
,
*

wind disse...

Excelente jogo de palavras!
Beijos

Å®t Øf £övë disse...

Paula,
Há dias em que estamos assim... CONTRA.
Bom fds.
Beijinhos.

TINTA PERMANENTE disse...

Reservo para mim o sacrossanto direito de ser do contra, dizia um homem das letras francês.
Vou destoar aqui: não sou do contra; se todos acharem perfeito este contra poema...

abraços!

peciscas disse...

Mais um jogo de palavras em que és especialista.
Mas não é um mero exercício, pois, por trás de todas estas palavras, estão sentimentos e emoções.

António disse...

Contra tudo e contra todos, vais vencer!

Beijinhos, Paula!