sexta-feira, 7 de dezembro de 2007

Uma história

Posso ser os olhos
os ouvidos a boca
e o olfacto
a mão que escreve
e tactear
e transmitir a outros
uma felicidade
que eu própria
talvez não consiga
sentir mais...

Porque colocaste um magnífico post, António,ontem dia 6, com o título 'Dá que pensar!', te dedico estas palavras.

9 comentários:

wind disse...

Podes sim, enquanto viveres e não desistires, que eu sei que não desistes.
Até já sabes colocar links.lololol.)
(Private joke para desanuviar)
Beijos

JAVARDICE disse...

Obrigado Paula! Também achei o texto magnífico, mexeu comigo! :)
Bjs
António Sabão

Lumife disse...

Uma visita antes da partida. Só voltarei em Janeiro.

Desejo-te a felicidade que mereces.

Boas Festas.

Beijos

MARTA disse...

Lindo poema - gostei muito...
Obrigada pela visita...
Até já
Beijos e abraços
Marta

Vieira Calado disse...

O que está dentro da nossa alma, por vezes, transcende-nos, não é?
Bom fim de semana.

quintarantino disse...

Eu permito-me discordar... se come romãs em cada bago terá o breve sabor da felicidade que em pequenos momentos da vida sente... vim de longe para lhe agradecer a gentileza da Verdade!

A. João Soares disse...

Este poema é um bom estímulo à meditação e, sem dúvida, fruto de muita reflexão de uma cabeça incansável!
O corpo não passa de uma carcaça que transporta e dá guarida a um espírito, um sentimento, que conta mais que tudo. Os sentidos são as janelas para o exterior, para sentirmos os outros, a Natureza. É bom apreciar as belezas que nos cercam, por vezes, pouco evidentes, e melhorar o que precisa de retoques e, aqui, situa-se a carência de muita gente que precisa da nossa ajuda, por vezes mais de âmbito psicológico do que material. Uma palavra pode mudar uma vida por alertar para um ponto a apreciar com mais realismo e atenção. Paula, sabes que isto não são apenas palavras, são a tradução do meu estar na vida.
Beijinho
João

António disse...

Paulinha!
Há uma coisa a que se costuma chamar "amor ao próximo".
Se calhar não é bem isto...mas faz de conta!

Beijinhos

lena disse...

Paula eu sei que comentei aqui.

sei que fui ler o post do António

gostei de te ler, nestes passos onde te dás e entregas ao próximo,

e acredito que a felicidade também sabe morar em ti

beijos meus, muitos


lena