quarta-feira, 19 de dezembro de 2007

Mulher


Que o tempo se mantenha
e te revejas nos caracóis louros
e nos olhos azuis
e possas perguntar
e obter as respostas,
que o tempo no desenho
seja o tempo
da permanência
e o sonho não seja vão
e que os olhos
questionem sempre
as respostas que ainda não tens.


O desenho é do António que me perdoe a ousadia de o publicar, sem autorização prévia...

19 comentários:

Antonio Sabão disse...

Bonito poema! Estás perdoada Paula! Eu é que agradeço a divulgação do meu humilde trabalho nos teu excelente blog! Obrigado1
Beijinho

wind disse...

Podes envelhecer, mas tu já não mudas, vais ser sempre tu:)
Beijos

MARTA disse...

Fazer perguntas, querer saber mais - sinal de que evoluímos e temos prazer em estar vivos...
Poema bonito e imagem perfeita...
Obrigada pela visita....
Beijos e abraços
Marta

Anónimo disse...

As respostas estão na tua alma cheia de sensibilidades, feitas de ousadia, que permanecem no teu carácter de Mulher.
Um abraço carinhoso e FELIZ NATAL


(Em tempo: não consegui entrar com o meu login registado, vejo-me obrigada a entrar como anónima. Já não é a 1ª. vez que me acontece...)
Bj
Menina Marota
O.

peciscas disse...

É isso mesmo!
É essencial procurar, incansavelmente,as respostas que ainda não temos.

Vultos disse...

Mulher,...

Manuel Rodrigues

A. João Soares disse...

Como é altamente positivo ter a coragem de fazer perguntas, a humildade de questionar! É esse o melhor caminho para aprender, são os porquês das crianças que as conduzem a adultos.
Só é pena que nem sempre encontrem respostas por os «sábios» não terem a frontalidade de esclarecer ou não saberem explicar o que dizem saber.
Lindo poema. Continue a dar-nos o prazer deste debate de ideias.
Beijinhos
João

Nilson Barcelli disse...

Há aspectos que nos acompanham toda a vida.
Outros há, porém, que parecem marcar encontro connosco só para amanhã... E ainda bem, porque quando isso não acontecer, quando a procura já não fizer sentido, é sinal que estamos irremediavelmente velhos.

O teu poema é belíssimo, como sempre.

Boas Festas, beijinhos.

Bruno Carvalho disse...

Belo poema...assim como tu!
Beijinhos*

Isabel-F. disse...

mais um belo poema ...


e ... o desenho é lindo ...


beijinhos

Maria Clarinda disse...

E fizeste muito bem, o poema ficou lindo com o desenho e ...o desenho com o poema!
Jinhos aos dois.

LuzdeLua disse...

Passando para te desejar um Feliz Natal. Deixar-te um beijo amigo e bons desejos para 2008.
Bjs

Um Momento disse...

Que o tempo te abrace
Que o desenho do teu sorriso trace
Que teus sonhos se realizem
Ao António um beijo soprado :)

Beijo terno em ti
(*)

Sombra do Sol disse...

Olá boa noite, passando para desejar um Feliz Natal!! Pena que hoje em dia perdeu um pouco o significado do Natal, eu vejo o Natal como um momento cada vez menos dedicado ao (re)nascimento, e cada vez mais puramente competitivo, no sentido comercial. O Natal é hoje, em muitas ocasiões, apenas um festival de trocas materiais e, por isso, cada vez mais uma cerimônia de continuidade, e não de pausa. Poucos são os que realmente renascem no Natal: o ritmo robótico a que nós próprios reduzimos a nossa existência, não bonifica a imaginação, mas valoriza quem contribui para o ciclo. Mas ainda a tempo de ver um raio de luz nascendo no horizonte de nossas vidas, um fio de esperança apontando o futuro. Ainda há um resto de fé e este é o tempo para multiplicá-lo. Porque o Natal é renascimento, é o encontro da paz, é busca do amor: é a comunhão com Deus. É a ternura de um menino nascendo, é um sentimento maior que ainda podemos exercitar. Tenha um Natal repleto de muita paz, saúde e luz, e que em 2008 possamos realizar todos nossos sonhos. Abraços fraternos do amigo.
http://sombradosol.zip.net/

In Loko disse...

E o tempo no desenho, e na alma, vai permanecer por certo em equilíbrio... mais coisa menos coisa, assim vai continuar!

E as respostas, em sonhos ou não, os olhos as dirão... e serão sábias, sem qualquer dúvida!!!

Beijinho grande Paula...

viajante disse...

Um Santo Natal para ti, com tudo de Bom.

Isabel-F. disse...

Querida Paula,

Não há limites para o homem que possui a capacidade de sonhar. É necessário muito pouco para provocar um sorriso e basta um sorriso para que tudo se torne possível.
Descobrimos que o Ano que termina vale a pena, quando começamos a enviar e receber os cartões de Natal. Afinal, de algum modo, aprendemos que o que realmente importa são os sentimentos, é o amor... É estarmos ligados, unidos. É isto que comemoramos: O nascimento da esperança de um mundo melhor. Muita paz, alegria e amor na tua vida e de todos que te são queridos. Feliz Natal! Feliz 2008.
Beijinhos
Isabel Filipe

Gui disse...

Paulinha, peço desculpa pela ausência mas tenho andado ultimamente afastado do blog por motivos imperiosos. Venho deixar-te um beijo grande de Boas Festas e o desejo de um Santo Natal e eum bom ano de 2008. Beijo

Anónimo disse...

visito te pela primeira vez depois de tantas vezes ver os teus comentarios na pagina do nosso amigo antoninho... fiquei super surpreendida pela positiva... voltarei com certeza!!!!! beijinho da raquel_leoah