domingo, 23 de dezembro de 2007

Claridade

Claramente
a transparência
clarifica em clareza
a clara nudez
e, em nus claramente
claros
vozes carentes
como transparentes
claridades...

6 comentários:

wind disse...

Muito bom o jogo de palavras e o sentido do poema:)
Beijos

Papoila disse...

Lindo o poema!
Feliz Natal!
Bom Ano de 2008.
Beijos

bluegift disse...

Olá Paula. Esperava ler um teu sentir de Natal, mas fico-me por um sentir adiado. Um Beijo e o desejo que passes esta época da melhor forma possível.

Antonio Sabão disse...

Muito bem! :)
Beijos

A. João Soares disse...

Em ambiente de festa natalícia, permite-me que em oposição à transparência e claramente opaco, coloque aqui uma graça:

Lingerie preta...

Raquel, jovem esposa desesperada vai ao psicanalista.
- Ai, doutor, eu não aguento mais. Apesar de todos os meus esforços, meu marido não me dá a menor bola. Desde que nos casámos, ele só fala na mãe, na mãe, na mãe. É como se eu não existisse.
- Já experimentou preparar um jantar especial?
- Já e não adiantou!
- Ouça, tenho uma ideia. Se há um domínio onde sua sogra não pode rivalizar é na cama. Esta noite vista lingerie preta... calcinha preta. A cor preta é muito sexy e muito excitante. Incluindo uma cinta-liga negra também. Maquilhe-se com uma sombra negra. Troque os lençóis e ponha lençóis negros. Com tal ambiente, ele não vai resistir!
Raquel seguiu à risca o plano, sem esquecer de nenhum detalhe.
Chega o marido David:
- Raquel, porque estás toda de preto? Aconteceu alguma coisa à minha mãe?

Há cada homem!!!

Sombra do Sol disse...

Um novo ano se inicia e é o momento de reavaliar o tempo vivido. Desfrutar o momento presente e presentear nossa alma com sonhos e planos para o futuro, que a luz divina conduza e ilumine seus passos. Que esta celebração tenha a presença daqueles a quem você quer bem. E quero convidar a ler um texto que postei hoje, pois só foi possível com sua ajuda, pois com nossos comentários, funcionamos como molas propulsoras. Como vou ficar fora esses dias aproveito para desejar Feliz Natal, e faça com que, a cada dia, a gota do orvalho natalino pouse no seio do rio da sua vida criando as divinas ondas da esperança, do amor e de alegria. Tenha um Natal repleto de muita paz, saúde e luz, e que em 2008 possamos realizar todos nossos sonhos. Abraços fraternos do amigo.