sábado, 28 de fevereiro de 2009

Stand by (me)

Aliada a uma época de muito trabalho, a pressão psicológica não me deixa o tempo necessário para escrever regularmente nos meus espaços blogosféricos.

Esta é a minha explicação a todos quantos me seguem, visitam, comentam e apoiam naquilo que escrevo, como e enquanto ser humano.

Os espaços estão em aberto e continuam à vossa disposição, mesmo que nos tempos mais próximos não escreva aqui nem no porti até ter a possibilidade física e anímica de vos presentear de novo.

Espero que entendam que a minha assiduidade nos vossos cantinhos não será a mesma e por isso eu peço desculpa de qualquer coisinha...

46 comentários:

António Sabão disse...

Compreendo!

Beijinhos

mfc disse...

Já todos passamos pelo mesmo!
Um grande beijo para ti.
Mas volta.... breve!
... a gente gosta, sabes?!

Amaral disse...

O tempo, dimensão dos terraqueos, que limita e subtrai...
É, contudo, um mal necessário...
Entretanto, o mundo pula e avança, e há que não perder o passo...
É assim, como tudo na vida!...

j. monge disse...

a malta espera...

Fenix disse...

Amiga Paula!
Primeiro as obrigações e depois as satisfações!(eu sei que o provérbio é um pouco diferente, mas gosto mais assim)
Estes sítios, os blogues, quanto a mim destinam-se a ajudar-nos a dar-nos prazer e a sentirmo-nos melhor. Portanto não devem ser motivo de mais preocupações e stress, do que a vida quotidiana já nos causa.
Eu sei que não é bem assim..., criamos amizade às pessoas que nos visitam e comentam e queremos corresponder...
Mas nem sempre conseguimos fazer tudo e alguma coisa tem que ficar para trás...
Os amigos de verdade, compreendem tudo isso e nunca nos abandonam, especialmente nestes momentos, em que estamos a precisar mais de apoio.
Conta comigo, estarei sempre presente, embora, tal como tu, também tenha períodos de maior ocupação em que não consigo dar tanta atenção aos blogues como gostaria e como me faz falta.
A questão é mesmo essa, é que estes espaços fazem falta, pelo menos a mim!
E é nestes momentos em que não lhes podemos dar a atenção que gostariamos que lhes sentimos mais a falta.
Seria uma injustiça e uma maldade abandonar alguém que esteve presente quando pode, só porque agora não pode, mas continua a querer e a precisar!

Conta comigo!
Um dia vou ter contigo ao vivo!

Beijinhos e continuação de bom fim de semana!
São

Justine disse...

Que a pausa te ajude a recuperar forças, rapidamente.
Fico à tua espera:))
Abraço amigo

Laura disse...

Cá por mim, respira, inspira, expira, descansa, passeia, dorme, ressona, sai, ama, zanga-te, eu estarei à tua espera com calma, sem stress, pois cada um é livre para escrever ou não onde lhe apetecer... Acredita que pela minha parte, está tudo a mil por cento...beijinho carinhoso e vive a vida rapariga...
Agasalha-te, o frio voltou a marcar presença, ams que presunçoso..laura.

Viajantis disse...

Hope you'l be back soon.....

Maria Clarinda disse...

Entendo, Paula! O tempo não pára e já, já, tudo o que te aflige agora ... já será passado.
Volta depressa...a tua poesia linda vai fazer muita falta!
Jinhos muitos e super especiais.

Osvaldo disse...

Olá Paula;
Claro que nós compreendemos isso...
Quem nunca passou por momentos de preferir se ausentar e voltar com toda a energia ?!...
Repousa-te bem, bons passeios no campo ou à beira-mar se remédio santo...
bjs e até breve
Osvaldo

FERNANDA & POEMAS disse...

OLÁ PAULA, EU ESTOU NA MESMA COM UM CANSAÇO FÍSICO E PSÍCIO DE BRADAR AOS CÉUS... ESPERO QUE REPOUSES MAIS, É ISSO QUE VOU FAZER... UM GRANDE ABRAÇO DE AMIZDE,
FERNANDINHA

Ana Martins disse...

Amiga Paula,
compreende-se perfeitamente que assim seja, no entanto amigo de verdade não leva a mal estas ausências, hoje é a Paula que não pode ser tão assídua, amanhã somos nós, há que saber entender estas coisas.

Beijinhos e tudo de bom,
Ana Martins

tulipa disse...

OLÁ
Passo de mansinho, para te desejar, uma noite tranquila, belos sonhos.
BEIJITOS.
Hoje tirei uns minutos para fazer uma visita, pois ando atrasadissima com as visitas aos blogues dos Amigos.

Os blogues, quanto a mim destinam-se a ajudar-nos a dar-nos prazer e a sentirmo-nos melhor. Portanto não devem ser motivo de mais preocupações e stress, do que a vida quotidiana já nos causa.
Nem sempre conseguimos fazer tudo e alguma coisa tem que ficar para trás...
Os amigos de verdade, compreendem tudo isso e nunca nos abandonam, especialmente nestes momentos, em que estamos a precisar mais de apoio.
Assim espero que o façam comigo e eu cá estarei à tua espera.

Alexandra disse...

Cada um de nós tem vida própria com tudo o que isso acarreta. Existem alturas em que a disponibilidade enfraquece...é natural e humano. Nessas ciscunstâncias mais vale fazer uma paragem e retemperar forças.

Volta pois Paula, no teu tempo e com toda a força. Nós esperamos!

Um beijo.

Elcio Tuiribepi disse...

É assim mesmo, a vida as vezes vira uma correria, é que sou teimoso, mas uma hora acabo dando um tempo...de qualquer forma...fica bem...um abraço na alma...

Sonia Schmorantz disse...

Tudo bem, a todos nós pode ocorrer momentos, dias ou semanas em que não estaremos com tempo para tudo que gostamos, mas o importante é que estás aí, e vais continuar, do jeito que puder, a amizade, o carinho e a admiração serão sempre as mesmas.
beijo e bom domingo

Valdemir Reis disse...

Olá Paula, a paz de Deus entre nos! Estou visitando, parabéns por tão maravilhoso trabalho. Seu Post está magnífico gostei. Excelente. Votos de muito sucesso e muita proteção. Encontraremos-nos sempre por aqui. Estou esperando sua visita. Quero desejar um ótimo final de semana para você, amigos e familiares. Fique com Deus, muito brilho. Forte abraço.
Valdemir Reis

notyet disse...

Algo a não esquecer nessa pontinha de desanimo:
Só nos faz mal quem deixamos e o perigo mora principalmente quando abrimos a porta a nós próprios.
Tenta repousar, medita, e aceita um beijinho

wind disse...

Descansa à vontade que cá te esperamos:)
Beijos
PS:Mas não demores muito:)

Isa disse...

Claro q.entendo.Amigo é isso mesmo:
entende,apoia,espera.
Descansa,sim!
Cá virei,de vez enquando.
Beijoo.
isa.

Portaria ILEGAL disse...

Venho-te convidar a fazeres parte de um grupo que considero interessante, visita o blogue: http://portaria-59.blogspot.com/
Beijos da Alexix

A Luz A Sombra disse...

Seja o que for Paula, desejo-lhe "calma".
Quando voltar eu saberei e virei visitá-la.
Até lá
A Luz A Sombra

Aníbal Raposo disse...

Na volta cá te esperamos, como sempre...

Beijos

Ana Oliveira disse...

Paula

Pena a ausência, porque é sempre um prazer renovado vir aqui ler-te.
Volta depressa...
Deixei-te no meu blog uns prémios e mimos que recebi e me parecem ficam melhor aqui do que no meu espaço.
Fica bem e tudo de bom.

Beijos

Ana

Ana

ausenda disse...

Por vezes tem mesmo que ser...os dias são tão pequeninos e a roda do mundo tão veloz!!!!

Continuo a ler-te no silêncio!

Beijinho

Mariz disse...

Salvé querida amiga

Que esse tempo necessário seja na sua maior parte para ti, exclusivamente e não que digas:"não tenho tempo!, nem para mim!"
isto é horrível, porque se adoecesses ou "morresses", as coisas andavam no mesmo ritmo e só a perda se sentia, nada mais, porque ninguém é insubstituível.

deixo-te aquele abraço de sempre
quando regressares cá estou
Sempre..
Mariz

Devaneante disse...

Amiga Paula,

Lá na minha terra costuma-se dizer que "Ninguém é de ferro"... Que tudo te corra pelo melhor e que os teus esforços dêem os frutos que desejas.

Carla disse...

acho que são momentos pelos quais todos passamos...espero que tudo corra bem e que voltes assim que tiveres vontade para isso, eu cá te aguardo para a leitura dos teus belos poemas
beijos e boa semana

Isa disse...

Saber de ti.
Deixar-te um miminho...
o meu
Beijoo.
isa.

Tecnenfermaginando disse...

tenha o tempo que for preciso,
vc já parte de nossas vida, querida!!

bjo no coração!

boa semana!!

:]

mundo azul disse...

_________________________________

...é! Por vezes é necessário um retiro, um dar-se o tempo necessário para recarregar as baterias...

Que seja breve a sua ausência, Paula!

Beijos de luz e o meu sincero desejo que fique tudo muito bem...

__________________________________

vício disse...

apesar de muita gente pensar que sim, ninguem que tenha um blog deve nada a outra pessoa!
o mais importante é a nossa vida, para além do blog, e por isso deves pensar primeiro em te-la bem para então voltares!

Thiago disse...

Um beijinho com carinho e força para te alegrar nos momentos menos bons... ;-)

volta, quando possas e queiras...espero que tudo corra bem e que nos possamos ver então no verão :-)

petonets

Laura disse...

Atã, tás à espera de quê? O combóio trás e leva passageiros de Lisboa para Braga e vice versa... Tens companhia para o trajecto, que mais queres? Bora, marca o dia esta semana mesmo ehhh se der, ai na quero abusar ehhhhhhh, Braga espera-vos de braços estendidos, na minha pessoinha!...

Graça Pires disse...

Entendo perfeitamente. Também já espacei a minha postagem para uma vez por semana por falta de tempo.
Um beijo.

Nilson Barcelli disse...

Claro que toda a gente entende essa tua falta de tempo.
Querida amiga, se escreveres um poema por semana já não é mau.
Boa semana, beijo.

Angela Guedes disse...

Oi Paula!!!
Tenho um desafio pra você no meu blog espero que aceite.
Beijo amiga.
Angela

Vera disse...

O importante não é a assiduidade Paula. Espero que voltes, cheia de força e feliz. Isso é que é importante!

Até lá deixo-te um beijinho e votos de felicidades :)

Menina_marota disse...

Vinha ler-te... também tenho andado ausente mas por motivos de saúde, mas espero, como todos nós, aliás, que regresses breve!

Beijinhos e tudo de BOM!

Otília

Fa menor disse...

Paula,
Nem sempre a mil, nem sempre a zero! Mas devagar se vai ao longe. Muita força!

Bjs

peciscas disse...

Estaremos sempre contigo, quer estejas mais ou menos visível.
Sentimos a tua falta, mas compreendemos e esperamos.
Um beijo.

Mariazita disse...

Querida Paula
costumo citar uma frase que acho óptima para situações assim:
"Nem sempre o sol brilha, também há dias em que a chuva cai"
E no entanto a vida continua, com sol ou com chuva.
Todos temos momentos em que só nos apetece desaparecer.
Nõ esqueças, apenas, que TUDO PASSA!
Desde que não te deixes vencer por qualquer depressão parvinha... não te rales, os amigos verdadeiros entendem e esperam (sem desesperar). Os que não esperam é porque não são verdadeiros, e nesse caso não fazem falta. Concordas? Sei que sim.

Descansa, destrai-te, lê um bom livros (ou vários) e (re)carrega as baterias. Vais voltar como nova ;)))

Noite boa e beijinhos
Mariazita

Vieira Calado disse...

Há épocas assim...

Melhores dias, mais libertos e joviais virão!

Assim o desejo.

Bjs

Persida disse...

Amiga Paula, vim para te desejar um feliz dia e também para ires no meu blog buscar algo que quero compartilhar contigo.Espero que possas gostar, beijocas
Persida Silva

Carla Silva e Cunha disse...

ola
hoje passo por aqui para convidar a ver o blog do meu pai
ele tem telas lindas e gostava que fosse ver.
deixe também um comentario
obrigado
beijinhos

http://www.acordeirodacunha.blogspot.com

jawaa disse...

Minha amiga,
Obrigada pela tua presença quase simultânea no meu espaço, pois tinha acabado de postar.
Eu gosto dos teus poemas pequeninos e cheios de ti.
Perdoa não ser muito assídua - não o sou porque esta não é a minha vida (infelizmente, direi para dentro...)aqui nem noutro lado, mas quando venho leio atá abaixo.
Um beijo e continuação de muito bom trabalho.
Felicidades!