sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Amor maior


Sei do que falas
no silêncio
e falas de um amor maior
e de um desejo
que acalentamos
e que o tempo
não esquece
porque nós estamos aqui
e o fluir
faz-se de tempo
e de tempo nos amamos.


Foto: Viajantis

27 comentários:

j. monge disse...

e é bom esse silêncio... de tempos a tempos.

Tecnenfermaginando disse...

linda, paulinha, linda poesia!!
:)

Ana Martins disse...

Perfeito amiga Paula!!!!!!!
Para quê mais palavras, se fiquei sem saber o que dizer!

Beijinhos,
Ana Martins

PreDatado disse...

o silêncio (meu) peranto o belo (o teu poema)

O homem e a mente disse...

...faz-se de tempo
e de tempo nos amamos,
e do tempo retiramos
cada momento de silêncio,
em que só se ouve
o sentir
de um amor maior.

Sonia Schmorantz disse...

Há no silêncio mais palavras do que as que pomos para fora, porque o silêncio pode ser intenso movimento entre duas pessoas...
beijo

Sônia Brandão disse...

Muitas vezes as palavras são desnecessárias. Basta entender o silêncio.

Beijo.

wind disse...

Bonito e apaixonado.
Beijos

OrCa disse...

Valha-nos, então, isso perante a acidez dos dias: o entendimento indizível.

Beijos

;-»

Gleidston dias disse...

Lindo, gostoso de se ler, apaixonante.

Otimo fim de semana Paula.

bjcsss

Maria Clarinda disse...

Cada um mais belo que o outro...Paula!
Lindo e transbordante de amor.
A foto do viajantis está linda tbm.
Jinhos

Amaral disse...

É verdade que sim!
Parece que muitos de nós temos essa necessidade: falar de amor!
Por vezes, em dias cinzentos, essa necessidade torna-se maior. E então "armamo-nos" (armo-me!!!) em poetas, brincando (eu!!!) às poesias...
Isto tudo pra dizer que "somos feitos de amor" e não há nada a fazer! Havemos de continuar a cantar, dizer, escrever o Amor enquanto existirmos aqui... e sabe-se lá, noutros sítios quaisquer...

Fa menor disse...

Há sempre um amor maior que o silêncio nos traz...

Beijinhos
e bom fim de semana

MPereira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Andradarte disse...

Maravilha Paula.
Tando o poema como a foto..
São de memorizar os dois
beijo

peciscas disse...

Tu sabes do que falas!
E como falas bem!

Mariazita disse...

É, muitas vezes, no silêncio, que o Amor diz as coisas mais importantes.
Lindo! Gostei.

Beijinhos
Mariazita

Je Vois la Vie en Vert disse...

quelle belle photo pour agrémenter ce joli poème.
merci pour tes visites, chère Paula !
Je suis dans mon plat pays....

Bisous

mundo azul disse...

______________________________

...amor assim, não se esquece mesmo!

Bonito e sentido o seu poema...


Beijos de luz e um final de semana maravilhoso, Paula!!!

_______________________________

Fenix disse...

Lindo!!!
E o tempo não apaga, não leva nem desvanece o verdadeiro amor!
Pode ficar "adormecido", mas nunca morre.

Beijinhos
São

manzas disse...

Belo poema!

Ah! Se eu soubesse
Que cava vez que aqui venho
Encontraria sempre
Tamanha beleza…
Certamente voltaria
E é certo que fico crente
Neste blogue
Que tenho
Admiração e certeza
De nunca ficar ausente!

Um bom fim-de-semana
Com paz, saúde e muito amor…

Fico grato pela visita
E comentário…

O eterno abraço…

-MANZAS-

José Carlos Brandão disse...

O amor realiza-se no silêncio. Deixa o tempo fluir... Aplausos: de tempo nos amamos.

... beijos.

mfc disse...

É o que mais é preciso para o Amor... Tempo!

pin gente disse...

recordo-te
a cor da tua pele na noite
no dia
lembro-mo do teu cheiro
que perdura na aragem dos meus dias
dá-me tempo
não para mim
dá-nos tempo
para nós
para o abraçarmos juntos
e dele fazermos novas noites
novos dias
fazer crescer o desejo
porque eu sei
o tempo nada apaga
o tempo acalenta os sonhos
a nitidez da tua imagem
no espelho do tempo que me resta



um beijo, paula

][*.* Carla Sofia *.*][ disse...

Adorei o poema e tudo em si que tens escrito em teu blog :)

Keep going e já agora um bom fim de semana

*.* bjx *.*

Viajantis disse...

AMEI....e plagiarei, decerto!!!

Fontez disse...

relaxante.
sentido.

gostei.