sábado, 27 de dezembro de 2008

A valsa das partículas


As partículas
do encanto
bailam hoje
a valsa do Brel.

Inebriantes
e formadas
de mil tempos
mil vozes
e desassossegos
bailam sensuais
em afectos
e paixões.

A valsa das partículas.


A foto foi surripiada ao Jorge Castro e junto este meu poema ao dele.

Depois de ter surripiado a foto do Jorge...quero agradecer-te o teres colocado este meu poema no teu espaço!
Obrigada!!

19 comentários:

MPereira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
wind disse...

Excelente!
Beijos

FERNANDA & ASTROLOGIA disse...

Querida Paula, belíssimo conjunto... A foto está linda e o teu poema sublime... Quero agradecer-te a bela música que aqui tens... Dá vontade de ficar por cá... Um grande abraço Amiga...!
Fernandinha

Vieira Calado disse...

Tal como "la valse a mil temps!"

Quanto a colocar poema meu no seu blog (qual?), será, para mim uma honra.
Depois diga-me, porque já estou a elaborar nova lista de blogs (para fazer postagem), onde saíram poemas meus.

Beijinhossss

mfc disse...

Ouço "Une valse à mille temps"...

OrCa disse...

Ladrão que rouba a ladrão, leva poema à colação...

Pois é, ficas, também, publicada no Sete Mares e pronto!

Beijos.

A. João Soares disse...

Bailando a valsa até que os pés doam, será uma boa maneira de esquecer os espinhos do ano que finda e os diagnosticados por muitos para os próximos 12 meses.
Vamos fazer força para não sucumbirmos às dificuldades que surgirão.
Beijos
João

Clarinda Galante disse...

E eu posso ser partícula para bailar a valsa de Brel?...
Lindo como sempre e extasiada me deixas também sempre....
Jinhos mil

Je Vois la Vie en Vert disse...

Ah, esta valsa do meu compatriota... escreveste isto depois do nosso encontro nas "Manhãs" dos chocolates belgas ?
Eu não posso deixar de pensar na minha amiga Paula quando saborreio romãs.
Li algumas das tuas definições de amor, são ditas com a poesia que é inata em ti.
Beijinhos verdinhos

Ana Martins disse...

A Valsa dos afectos é sempre linda e inebriante.

Fantástica a forma de a descrever.

Beijinhos

De Amor e de Terra disse...

..e que bom relembrar a Valsa de Brell!
E que bom os Amigos darem a conhecer nos seus Blogs os teus poemas! Parabéns também a eles e a ti, porque tudo isso é belo, muito belo.

Beijos

Maria Mamede

Amaral disse...

Hoje faço minhas as palavras da Wind: Excelente!
Um grande e farto ano de 2009 para todos os teus projectos!

Graça Pires disse...

Danço contigo a valsa de Brel...
Um Ano Melhor.
Um beijo.

PreDatado disse...

Uma valsa a mil bagos!

vida de vidro disse...

Rodopiei com esta valsa e a lembrança de Brel. Belo conjunto! Um óptimo 2009!

£oµ¢o Ðe £Î§ßoa disse...

É bom que haja partilha...

Até outro instante, Paula.

Å®t Øf £övë disse...

Paula,
A tua valsa das partículas combina na perfeição com a fotografia.
Beijinhos.

Entre "aspas" disse...

Partículas dispersadas em cores de paixão.
Os meus votos que 2009 seja um ano de esperança, de paz, de saúde e alegria e também, se possível, de alguma prosperidade.
Bjs Zita

Viajantis disse...

...fico encantado com tantas particulas!!!