segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Golpe de asa


O meu último livro de 'cordel' da Apenas Livros.

Quarenta poemas escritos com alma. Coração. Inspirados? Sim. Claro. Nem faria sentido se não fosse assim. Tal como o 'canela e erva doce'.

Agradeço a todos os que me têm apoiado nestes mais de 3 anos de blogosfera.

Obrigada.

11 comentários:

A. João Soares disse...

E dentro em pouco sai mais um... e assim por diante.
Parabéns. É bom fazer o que se gosta com perfeição e beleza.
Beijos
João

A. Jorge disse...

Fico a aguardar!

Um beijo

Jorge

Viajantis disse...

Que venham muitos mais! Estaremos cá para os devorar! nhamnham

wind disse...

Parabéns:)
Beijos

PreDatado disse...

Por ler cordel. Você gosta de poesia de cordel bem ao jeito nordestino brasileiro?


(quanto ao post e pelo que tenho ultimamente acompanhado do seu blog, acho que merece ser publicada)

Je Vois la Vie en Vert disse...

Parabéns, amiga Paula !
E que tenhas inspiração para muito mais !
Beijinhos verdinhos

Ana Martins disse...

Olá Paula,
parabéns sinceros e votos de muito sucesso.

Beijinhos

Amita disse...

Paulinha, parabéns. Fico muito contente por ti que mereces que os teus poemas vejam a luz do dia. Segue e-mail :) Um bjinho grande e uma flor

© Piedade Araújo Sol disse...

olá Paula

parabéns e que tenha muito exito.

um beij

xistosa - (josé torres) disse...

O link levou-me ...
Sou de compreensão lenta e tenha as minhas limitações.
Até nem encontrei nenhuma Paula Raposo.
Não sei se é defeito ... talvez.

Costumo pedir que me enviem à cobrança, os livros.
EU PAGO AS DESPESAS DE ENVIO E COBRANÇA !!!!

Porque andar á procura na internet ... perco-me e depois não encontro o caminho de regresso.

Com estas coisas de publicação, ando em litígio com uns espanhóis.
Tudo eram maravilhas.
Eu fiz a ... (como se diz, fugiu-me o nome ...) correcção do português.
Escolhi o papel e a capa.
Acertámos o preço e aí vão 5000, (cinco mil).
Depois de insistir, exigiram-me o dinheiro.
Já cá ando há 61, quase 62 anos e não sou muito fácil de levar ...
Já tinha dito à m7mulher que não gostei da conversa que tivemos da última vez.
Tudo era fácil e ofereciam 1000, (mil) exemplares.
Foi isto que me alertou, o que ia fazer a 6000 livros?
Agora, com todos os problemas, quando desaparecer, (os herdeiros), que façam o que lhes der na real gana.
Eu desisti e no próximo fim de semana, (sábado), vou buscar as fotocópias, que o original ficou comigo.
Era escrito á mão, com uma linda letra de merceeiro ...

Já chega de paleio.
Vou visitar outros ammigos que não sei se estão activos.
Até já!

Anónimo disse...

Mais um belo tesouro teu. Ainda nao li mas sei que e um tesouro.
Beijinhos da tua filha xx