segunda-feira, 27 de outubro de 2008

Sol


Já se pôs o sol
gravitante
que de tão grave
proporção
é um produto
que no inverso
proporcional
não me atrai
no quadrado
da distância.

Por isso habito
a terra...
para baralhar os dados
e jogar de novo...


Foto repetida: Viajantis

11 comentários:

Maria Clarinda disse...

Linda a foto...um beijo no autor.
O teu poema...ah...lindo como sempre..e... as duas esta semana virámo-nos ao adeus do sol.
Jinhos muitos

TMara disse...

Obrigada por tuas palavras e ico feliz se gostas memso de meus textos. Os teus...são a leveza de quem brinca com as palavras, baralha e dá de novo e o puzzle tem smp sentido e ...é sntido.
Boa semana
Bjs
Luz e paz

Graça Pires disse...

"Baralhar os dados e jogar de novo"
Sim. Mas o pôr do sol é uma beleza...
Um beijo Paula.

Eduardo Aleixo disse...

Com ou sem dados, o sol é o sol.
Beijos.
EA

wind disse...

Bom poema.
Beijos

C Valente disse...

Boa imagem
S.A.

Viajantis disse...

...faites vos jeux...rien ne vas plus!

Obrigado á Maria Clarinda!
visitar http://olhares.com/villasboaslebreiro

Carla disse...

vontade de baralhar os dados e continuar a apreciar a matemática das palavras
beijos

peciscas disse...

O sol vai e vem.
A terra é o nosso destino permanente.

A. Jorge disse...

E é hora mágica do pôr do sol, a ideal para baralhar os dados e jogar de novo!

Um beijo

Jorge

xistosa - (josé torres) disse...

Por todos falarem na matemática ... estamos numa época de transição ... da ignorância, para o saber.
Por isso, esse quadrado forrado a verde, onde lança os dados, da sorte ou da vida.