quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Os meus olhos


A lua cheia de mistério
envolve-nos a noite de côr
e é o verde dos meus olhos
que arde nas tuas mãos
pousadas sobre o papel
e é a tinta escolhida por ti
que me marca os sentidos
na tela...


Foto repetida: Viajantis

14 comentários:

Amaral disse...

Bem bonita a cor dos teus olhos!...
Neles há um certo mistério... mas é um mistério aberto e franco...
Eles ardem de franqueza, de dedicação e de uma insatisfação permanente...

wind disse...

Lindo!
Beijos

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá Paula, boa tarde... Não tenho palavras para dizer quanto a tua foto me fascinou ... Brilhante como a natureza!!!

O poema está perfeito, Amiga!

Um olhar,
um sorriso,
uma gota de amizade,
são tudo quanto preciso,
para sentir felicidade.

Beijinhos de carinho e ternura,
Fernandinha

Eduardo Aleixo disse...

Os teus olhos são verdes?
Bj

Mariazita disse...

Olhos verdes, tão misteriosos como a lua...
Lindo!

Beijinhos
Mariazita

Isabel disse...

gostei imenso ...


beijinhos e tem um bom fim de semana

PreDatado disse...

Gosto de olhos verdes. Tintas sobre telas. Côr.

Odele Souza disse...

Gostei muito Paula.

Beijos.

pin gente disse...

"verdes são os campos...
assim são os olhos..."


muito bonitos os teus olhos

poetaeusou . . . disse...

*
misteriosa tela,
,
a foto é bela,
,
bjis
,
*

A. João Soares disse...

Lua cheia, noite, cor dos olhos papel, tinta, tela, tudo arte, sensibilidade, beleza, quando bem estruturado pela pena da poeta.
Parabéns pelo lindo poema.
Beijos
João

Ana Patudos disse...

A lua, o verde e o mistério e as mãos, Têm tudo para dar no que deu: belas palavras e belissimo poema.
Bjos amiga
Fica bem
Ana Paula

Um Momento disse...

Lindo o que os teus olhos vêem
Beijo e bom Domingo:)))

(*)

Clarinda Galante disse...

Tu sabes que me perco no romãs por ter sido o primeiro....mas neste comentário vai o meu BRAVO, para todos os outros que leio sempre com emoção. Jinhos mil