terça-feira, 18 de novembro de 2008

Nevou este Verão

Este Verão nevou.

Quando cheguei
já a neve derretia
nas calçadas
e disseram-me
que tinha nevado
muitos dias e noites
e que fazia muito frio
na rua.

As lareiras em casa
mantiveram os ambientes
aquecidos
enquanto nevava
não se sabe porquê
mas nevou este Verão!

O Verão do meu regresso.

16 comentários:

wind disse...

Gostei.
Beijos

PreDatado disse...

Caprichos do tempo.

Amaral disse...

Não se sabe bem porquê, nem porque o Verão nos traz mais luz, nem porque o Inverno nos aquece a alma...
Em muitas noites de sonhos vazios, há verões de vivas recordações que nos soltam sorrisos atrevidos - e isso aconchega, enquanto a neve cai...

A. Jorge disse...

Nada como um maravilhoso poema teu para atenuar a agitação que vai nas nossas mentes ao tentar entender as birras da natureza!...

Um beijo

Jorge

Paula Raposo disse...

Este será o título do meu 3º livro de poemas.

vida de vidro disse...

Então é de te dar parabéns pelo livro e pelo poema.beijos.**

peciscas disse...

Verão é quando a gente quiser.
E se é título de livro de poemas, então que neve todo o ano!

De Amor e de Terra disse...

É Amiga, o tempo tem destas coisas...
tanta vez imprevisível, como o pensamento, prega-nos partidas com que não contamos.
Mesmo assim, a natureza é BELA!...

Beijos


Maria Mamede

A. João Soares disse...

Parabéns pelo terceiro livro.
O título vai chamar curiosos. Vão encontrar o sonho, a fantasia, a imaginação, o desafio a pensamentos profundos e largos.
Beijos
João

Gui disse...

Sempre nevou no Verão minha querida Paula e sempre há-de nevar por muito que o aquecimento na terra aumente. O coração e a alma não querem saber das estações do ano. Um beijo.

pin gente disse...

também o verão andou entristecido

© Piedade Araújo Sol disse...

será que nevou mesmo?!

será que nevou nos nossos coraçoes?!

um beij

Anónimo disse...

Fiquei surpreendido com tão maravilhosa Poesia e com tão fértil inspiração. Sou um fã da galeria do seu filho,no OLHARES, que não tenho o prazer de conhecer pessoalmente e que gentilmente me convidou para esta maravilhosa visita. Bem haja. Jose Firmino Ribeiro

Viajantis disse...

Trouxeste a neve....

Mariazita disse...

Neve?
Não seriam pétalas de rosas brancas a festejar o ter regresso?
Beijinhos
Mariazita
PS - Parabéns pelo 3º.livro.
O título é belíssimo.

piu disse...

Há saudades assim...que nos gelam por dentro, independentemente do calor que lá faz fora. Não se sabe porquê...mas trocam-nos as estações.