segunda-feira, 4 de agosto de 2008

Três anos


A poucos dias de completar 3 anos a escrever aqui, vou parar.
Até quando, não sei dizer.
Deixa de fazer sentido estar onde não estou.
Obrigada a todos.


Foto: Gustavo Lebreiro

14 comentários:

Viajantis disse...

Deparaste-te com um muro?
Nenhum muro é intransponível....................

Graça Pires disse...

Espero que voltes em breve. Um beijo.

TINTA PERMANENTE disse...

Talvez seja esse o sentido de (não) estar; mas é sentido, certamente, o vazio que fica.
Sabe-se dizer!...

abraços!

peciscas disse...

Não queremos ficar sem ti.
Fazes-nos falta.
Passar por aqui, já é, para mim, um hábito diário.
Por isso, reconsidera.
Até podes parar uns tempos, se sentires necessidade disso.
Mas, depois, VOLTA!

A. João Soares disse...

Não e a primeira vez e espero que dentro em breve continues a deliciar a assistência com estas demonstrações de arte poética, ou poesia artística.
Mas algo me diz que se passa coisa muito grave contigo.
Não te encerres no desgosto. Expande cá para fora a mágoa para ela ser menos custosa.
Beijos
João

poetaeusou . . . disse...

*
a sério ? . . .
,
jino
,
*

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querida Paula, espero que regresses em breve... Beijinhos de carinho,
Fernandinha

Vieira Calado disse...

Não me diga que vai deixar-nos!
Vá lá... mesmo que não seja assiduamente, mas continue.. tá bem?

Até um destes dias.
Beijinhosssss

wind disse...

precisas sempre de um intervalo de vez enquando:)
Beijos

Gui disse...

Até já Paula. Um beijo.

Isabel-F. disse...

espero que voltes breve ...

irei sentir a tua falta.


beijinhos

Odele Souza disse...

Acredita que tive vontade de chorar ao ler que te vais?

E mais uma vez fica claro que não precisamos estar fisicamente diante das pessoas para conquistá-las.

Ru gostaria muito que voltasses pois gosto muito de ti.

Um beijo.

PS. Obrigada pelo selo da Blogagem Coleiva de Flavia.

Arte Autismo e www.arteautismo.com disse...

Ah n�oo. Paula...De novo?
A poetisa nao fica longe da poesia e quando esta com ela precisa doa-la para aqueles que dela gostam.
Se nos deixarem, onde colocar�s sua poesia?
N�o quero que te vas.
Volta Paula.....
Se n�o, vou repetir que dizes ao lado: Sabes quanta falta me fazes?
Querida,
Nao se v�.....
Ray

Anónimo disse...

Parar e morrer, ja sabes disso.
Aproveitar cada dia porque a vida passa rapido demais.
Muitos beijinhos da tua filha que esta por perto mesmo na distancia fisica xxxxxx