terça-feira, 29 de setembro de 2009

Mais...


Esbatem-se na areia
as gotículas de mar
espraiam-se livres
e sempre renovadas

e assim eu regresso
do caminho azul feito mar

e me deito na espuma
sorrindo em maresia

amando eternamente.


A foto é minha.

Agendei este post para hoje, antes de partir.
Estou longe e não terei facilmente acesso a um pc...
Obrigada a todos.

32 comentários:

xistosa - (josé torres) disse...

O eterno descanso terreno que seja uma realidade e dê para recarregar baterias.

Uma foto, um poema que se esbatem em espuma.
Que sensibilidade.

Chica disse...

Linda foto e versos!beijos e volta logo!Fica bem!chica

Laura disse...

O mar e a maresia
Um complemento que faz parte
Da vida de cada um.
É a beleza para o olhar
A maresia para aspirar
E o suave momento
Que junto dele
Vamos passar!...

Beijinhos da laura

António Sabão disse...

Boas férias! :))))

Beijinhos

Vicktor disse...

Querida Paula

Um bonito poema para sabrearmos enquanto gozas umas merecidas férias.

Beijinhos

Justine disse...

Que grande foto, Paula! E o poema completa-a, e vice-versa.
Boa viagem:))

Mona Lisa disse...

Olá Paula

...o sorriso de quem partilha o amor!

Belo poema.

Bjs.

Lisa

joaninha disse...

Mesmo enquanto estás de férias venho dar uma olhada...mereceu a pena!
A foto é excelente e as palavras ditas dão-lhe enfase. Muito belo. Beijinhos e até à volta

Nilson Barcelli disse...

Partiste, mas deixaste uma pérola poiética.
Gostei querida amiga.
Volta bem.
Beijo.

wind disse...

Lindo!
Beijos

Osvaldo disse...

Paula;

Quem tão bem canta o mar, merce que as férias sejam maravilhosas...
boa continuação.

Osvaldo

Clarinda Galante disse...

(...)e me deito na espuma
sorrindo em maresia
....

Foto linda!!! O poema....sem palavras...e, sorrindo em maresia te deixo!
Parabéns, Paula!!!!!

Jinhos de saudade!!!

Maria Clarinda disse...

E o meu comentário acima ficou com o o outo da conta do google, desculpa Paulinha.

Sandra disse...

Regresse no contorno do mar azul,
pisando suvemente na areia fina e venha calmamente até a Curiosa.
Pois suavemente te levarei até os meus mimos e te entregarei um lindo carto de amizade, para que possas voltar nessa imensidão do mar aberto, e na brisa da maresisa.
Eta nós!!! até rimar e continuar a poesia do mar, conseguimos fazer. Só para nos dá o prazer de te levar junto comigo, nesta linda prais azul.
Venha que eu te espero.
Sandra

Odele Souza disse...

Obrigada por nos deixar em boa companhia. O teu texto e a foto estáo lindos. Boas férias. Beijos.

Sonia Schmorantz disse...

Este amar eterno que a torna assim tão doce ao escrever!
beijo

AnaMar (pseudónimo) disse...

Que bem que deixaste agendado.
A foto soberba, o poema com as palavras certas, numa ilustração luminosa.
Continuação de boas férias.

Bj

heretico disse...

belíssimo foto. ilustrando uma bonita foto.

beijos

Maria de Fátima disse...

mas tive-te eu acesso e foi uito bom :)

Graça Pires disse...

Paula "deita-te na espuma sorrindo em maresia" Até breve. A fotografia é linda. Um beijo.

Mena G disse...

Pois é! Enquanto o post "se postava", a gente "se almoçava". Foi bem agradável.
Bjs.

mariabesuga disse...

esbate-se nas tuas palavras o sentido dos sorrisos, do amor, da eternidade...

bjinhobjinho

Å®t Øf £övë disse...

Paula,
Gostei das tuas palavras que estão em perfeita sintonia com a fotografia.
Beijinhos.

peciscas disse...

Não sei se é por mar que vais,
Mas, seja por onde fores, boa viagem!

mundo azul disse...

________________________________

O poema é como gosto... Pequenino e palpitante!


Boas férias, Paula! Aproveite muito bem o seu descanso...


Beijos de luz e o meu carinho!!!

_________________________________

Gislene disse...

OLÁ, PAULA
TEM UM DESAFIO PRA VOCÊ NO MEU BLOG!
BEIJOS,
GISLENE.

EDUARDO POISL disse...

Linda sua foto e poema.


Conte a sua história ao vento,
Cante aos mares para os muitos marujos;
cujos olhos são faróis sujos e sem brilho.

Escreva no asfalto com sangue,
Grite bem alto a sua história
antes que ela seja varrida
na manhã seguinte pelos garis.

Abra seu peito em direção dos canhões,
Suba nos tanques de Pequim,
Derrube os muros de Berlim,
Destrua as cátedras de Paris.

Defenda a sua palavra,
A vida não vale nada se você
não viver uma boa história pra contar."

(Pedro Bial)

Hoje passando para desejar um lindo final de semana com muito amor e carinho
Abraços

mfc disse...

um lindo regresso com este poema...

DE-PROPOSITO disse...

amando eternamente.
--------------
O amor, a loucura de amar.
---------
Felicidades.

Kim disse...

A espuma onde te deitas é o manto das Deusas.
Bj Paola

© Piedade Araújo Sol disse...

boas férias!

beij

ellen disse...

Lindo poema e bela imagem... adoro o Mar!

Beijinho