segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Como saberás?!


Sabes que danças
no meu olhar

a calma doçura
de um gesto
inusitado?

Sabes que cantas
na ausência

a presença subtil
de palavras
ainda não usadas?

Como saberás de tudo isto
se o reencontro
já é tardio
e a madrugada
ainda exala
o perfume soluço
de um futuro?!


Foto minha.

29 comentários:

Eduardo Aleixo disse...

Poema muito belo. Boa semana, Paula.

Vicktor disse...

Querida Paula
Um bonito e rotmado poema. Encantamento.

Beijinhos.

Gislene disse...

BONITO!
BEIJO, GISLENE.

Kim disse...

O Círculo da vida também assim é. Um dia fecha-se, mas até lá ...
Beijinhos Paola

Justine disse...

Hoje ficam-me os olhos a dançar na tua estupenda foto!

wind disse...

Bonito!
Beijos

entremares disse...

E diz-me tu...
Quando se completa o incompleto?
Quando se procura?
Alguma vez termina essa procura?

Podem todos esses encontros ser afinal... reencontros?
Pode sentir-se saudades do que ainda nem se conhece?

Pode?

Uma óptima semana para ti, Paula
Beijos
Rolando

peciscas disse...

Há sempre mensagens que não chegam ao preciso destino que lhes predestinamos.
Mas nem por isso elas deixam de tocar alguém pelo caminho.
Como aqui muito bem se vê.

Jaime A. disse...

Às vezes o prazer estético não se verbaliza. É o caso.
Apenas: parabéns :)

Laura disse...

Se ele dança no teu olhar
Está ali à mão de semar, só tens de o agarrar...
Beijinhos.

xistosa - (josé torres) disse...

Na madrugada, os noctívagos têm mais apurados os sentidos, quer da dança (não a do ventre, a vulgar), quer as canções que nos irão embalar no perfume retemperador.
O poema e a imagem são um casamento perfeito que nos atinge os sentidos.
Parto com um abração de amizade.

Ana Martins disse...

Que inspiração Paula, parabéns!

Beijinhos,
Ana Martins

Aníbal Raposo disse...

Cara Paula,

Aqui estou de novo. O teu poema é muito, muito belo.

Beijinhos
Aníbal Raposo

joaninha disse...

Como o encontro de palavras fazem um poema para pensar!
Dançaram em minha imaginação mil ideias ao ler este poema. Gosto do que escreves.
Paula, esta madrugada, onde o perfume do orvalho se confunde com o das flores, é um momento poético muito bonito.
Um beijinho para ti

mfc disse...

De tudo nos lembramos, quando as saudades apertam!

Laura disse...

Madrugadas
Perfumes inebriantes
Sensações de amor
Momentos fascinantes!...

Um beijinho da laura.

Å®t Øf £övë disse...

Paula,
Para mim os reencontros nunca pecam por tardios. Gosto deles... sempre.
beijinhos.

Amaral disse...

A dúvida chega no tal futuro que o perfume esconde das palavras não usadas...
Fresco e calmo, tal como um olhar que dança na madrugada... é o teu poema!

Isamar disse...

A poesia, o poder encantatório das palavras deixam-me fascinada.

Bem-hajas!

Beijinhos

mundo azul disse...

___________________________________


Paula, você tem um jeito muito bonito de cantar o seu grande amor!

Gosto de seus poemas...


Beijos de luz e o meu carinho!

__________________________________

pin gente disse...

se não sabe... é pena!
muito bonito, paula!

© Piedade Araújo Sol disse...

um poema demonstrando um certo desalento.

uma foto muito boa.

deixo um beij

Isa disse...

Olá,minha querida.
Sabes...mal cheguei da realização
de um sonho...(é quase sempre assim...) tive a notícia q. o meu Pedro,que tem banda gástrica,estava
mto doente.Desorganizei-me,sei lá..
Amanhã verás o Navio,por fora e momentos de dentro.
Espero que gostes.
Beijoo.
isa.

Maria Emília disse...

Bonitas palavras, algo subjectivas. Tenho alguma dificuldade em pensar no futuro por só me consigo encontrar no agora e nele, para mim, o seu poema faz todo o sentido.
Um grande beijinho,
Maria Emília

Clotilde S. disse...

Paula,

Vim ler-te ou ler-me, ou ler mil mulheres em ti, já nem sei...

Bravo e obrigada por tudo o que nos dás.

Um abraço longo e votos de uma boa rentrée.

Clo

Carla disse...

belo este perfume que dança no nosso olhar em forma de palavras
beijo

De Amor e de Terra disse...

Olá minha querida Paula, boa tarde.

Há sempre uma hora, em que sem falar, tudo se entende e adivinha!

Beijos

Maria Mamede

Maria Clarinda disse...

Palavras...já tas disse...deixo-te o meu beijo!!!

Persida Silva disse...

Agradeço pela sua visita, e retribuo o mesmo, desejando-lhe uma óptima semana.
Um abraço.
@rtisticamente
Persida Silva