terça-feira, 7 de abril de 2009

Predador


Já fizeste parte
de um diário decrépito
e engalfinhado
de amazonas,
arrivistas
e outras personagens
que tais.

Hoje, não pertences
a qualquer lugar
e o teu próprio diário
é a história acabada
de um pobre derrotado!


Foto: Maria Clarinda

20 comentários:

Amaral disse...

Não poucas vezes o predador acaba derrotado...
Ele não canta vitória em todas as disputas a que a vida o obriga.
E porque assim é, e sempre será, o predador conhece vitórias e derrotas e contribui para o equilíbrio e para a perfeição do mundo criado...
Consta no diário e a realidade confirma...

Maria Clarinda disse...

Sim, o Amaral tem razão, no entanto este só pode contar com derrotas,e, que se quiser continuar a ser predador, que se desmascare...os animais nós sabemos quais são....e a natureza faz com que os indefesos se protejam ou não...é a lei da sobrevivência.
O ser humano que leva esta designação , já não será assim...
Bem , mas vamos ao poema Paula:

Como sempre super bem feito
(...)Hoje, não pertences
a qualquer lugar
e o teu próprio diário
é a história acabada
de um pobre derrotado!


e este é o final merecido para todos "os predadores" humanos!
Jinhos no teu coração.

vício disse...

imagem bem escolhida!
abundam na sociedade! impotentes para uma caçada resta-lhes apenas que a presa caia para atacarem!

Laura disse...

Predadores...Há-os entre mundos e mundos, há animais, há humanos que se dedicam a isso mesmo, a ser predadores de pessoas, de bens, de tudo...Predadores que nos dão cabo da vida, dos bens, mas, não perdem pela demora, porque acima deles há outro predadores mais fortes que os arrastam na sua queda!...
Deve dar para entenderes...foi do que me lembrei... É que os predadores vivem entre nós com caras de Anjos...
Beijinho da laura..

wind disse...

Muito bom, com excelente simbiose com a foto.
Beijos

tecas disse...

Vivemos numa selva... e os predadores aumentam. Belo poema...bem elucidativo ao mundo em que vivemos.
Bji amigo

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA PAULA, FOTO PERFEITA... SUBLIME O TEU POEMA AMIGA... BEIJINHOS DE CARINHO,
FERNANDINHA

António Sabão disse...

Tem muita pinta o bicho!

Beijinhos

Nilson Barcelli disse...

Os predadores também se abatem...
Gostei do teu poema e a foto, bem escolhida, é sugestiva.
Boa Páscoa, beijo.

Fa menor disse...

Predadores, que os há por aí em abundância, sempre à espreita da presa desprotegida.
Gostei da imagem visual e em palavras.

Boa Páscoa!

Beijinhos

PreDatado disse...

Paula, ainda não lhe disse que tenho gostado do seu livro. "tenho gostado" porque não leio de enfiada. Vou saboreando. Grato pelos beijinhos enviados à minha mãe.

Clotilde S. disse...

Lá diz o velho ditado "O cão vai tantas vezes ao moinho que lá deixa o focinho".

O pior é nem sempre sabermos quem é o predador e quem é a presa.

Beijos

Osvaldo disse...

Olá Paula;

Este "Predador" é necessário porque não é caçador, mas apenas um "arrumador" da caça abandonada.
Claro que também um dia ele acaba caçado, mas outros pedradores virão para limpar o que os caçadores sujaram...

bjs e boa Páscoa,
Osvaldo

Angel of Light disse...

Olá querida Paula!

Estou de volta, após um período de recolhimento no meu casulo. Mas já regressei, se bem que com menos assiduidade... Mas tentarei estar em todo o lado.

Cada um com o seu papel na Terra, seja predador, seja presa. Assim foi determinado pelos intervenientes. Mas nunca nos podemos esquecer que, seja qual for o papel a desempenhar, todos são "anjos" esquecidos de quem são e em constante aprendizagem.

Deixo-te luzinhas mensageiras de cor prata da Mãe e de cor dourada do Pai.

Beijinhos de Amor e Luz!

© Piedade Araújo Sol disse...

acho que o predador está muito bem retratado no teu poema.

a foto vem mesmo a calhar.

beij

De Amor e de Terra disse...

Dos predadores com asas, os que me são mais simpáticos são as águias e os milhafres.
Estes, da figura, embora necessários, não são da minha simpatia.

Mas gosto do "recado" e sei que há muitos por aí, que bem o merecem!


beijos

Maria Mamede

peciscas disse...

Ao ler este poema, recuperei o título de um romance que deu origem a um filme impressionante "Os cavalos também se abatem").
Diria, então, que "Os predadores também se abatem".
Foi o que fizeste.
E, se calhar, este merecia mesmo ser abatido...

Tentativas Poemáticas disse...

Querida amiga Paula
A menina ainda não foi buscar o Prémio Tentativas Poemáticas (azul) que também é seu?
Hoje passo para lhe desejar uma PÁSCOA FELIZ.
Beijinho com ternura.
António

Fenix disse...

Acho que acaba por ser esse o fim de todos os predadores. Tudo são presas para um Predador e nenhuma presa deseja a companhia de um predador...
Acaba só e esquecido, derrotado, nunca amado.

Beijinhos
São

Viajantis disse...

o predador tambem perde...como o feitiço por vezs tb se volta contra o feiticeiro!