quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Beijos meus

Beijos meus nos teus.

E nos teus ficam
os meus...
e nos nossos
somos nós,
e em nós
sou eu e tu
e os meus beijos
são estes.
Estes que te dou
e que recebendo
se devolvem:

é isto amor?!

14 comentários:

Mona Lisa disse...

Olá Paula

Soberbo!

Esses (beijos) são palavras de amor, ternura, desejo...às vezes saudade...

Beijos.

wind disse...

Tão lindinho:)
Beijos

Sonhadora disse...

Minha querida

Apresenta todos os sintomas...adorei o poema.

Beijinhos com carinho
Sonhadora

Anónimo disse...

Bonita poesia.
Passei por aqui e gostei.
Continuação de boas inspirações.

Mar Arável disse...

Se não é amor

é uma bela paixão

Natália Augusto disse...

Sim é AMOR. É Amor, entrega, carinho, paixão.
Enfim, é tudo.

;)

Andradarte disse...

Acho mais um amor 'colorido'....
Beijo

Nilson Barcelli disse...

Há beijos e beijos...
Mas são sempre de amor, a menos que sejam de Judas...
Querida amiga, bom fim-de-semana.
Beijos.

Carmo disse...

É amor, entrega, encantamento! É uma delícia de poema.

Um beijo

Boa semana

mfc disse...

O amor é tudo o que nos faz sorrir.

Natália Augusto disse...

Magistral o jogo de palavras e de ideias.

O Amor é tudo e muito mais.

;)

Jaime A. disse...

Penso que sim, que são de amor... Pelo menos estes...
Gostei muito de ritmo: quando voltares a editar, inclui este poema, pf.

Uma boa semana :-)

© Piedade Araújo Sol disse...

amor a levitar em beijos

beij

disse...

Uma beleza de poema.
Parabéns.