segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Espanto


E de espanto
em espanto
carrego
uma luz
e a luz
cheia de ideias
coloca-me
no foco principal

e eu retiro-me
aos tropeções
defronte de meio mundo
extasiado...

e de outro meio mundo
horrorizado

(sendo que o êxtase
é o oposto do horror).


Foto minha.

33 comentários:

Eduardo Aleixo disse...

Mem mais!
EA

José Carlos Brandão disse...

Que pode um homem entre homens senão
espantar-se? Eu me espanto com a luz
que carrego, as imagens do mais puro
êxtase. Expulso as sombras deste mundo.

Beijos meus, Paula.

Viajantis disse...

...não agradamos a Gregos e Troianos....
a mim, agrada-me a tua Poesia!

Maria Clarinda disse...

(...)e eu retiro-me
aos tropeções
defronte de meio mundo
extasiado...

e de outro meio mundo
horrorizado

(sendo que o êxtase
é o oposto do horror).


E espero que neste momento esses dois mundos, lados...entrem em união...porquê? Porque sim. Jhs

Lindo o poema e a foto

wind disse...

Dentro da temática do poema, está bem feito:)
Beijos

PreDatado disse...

Como não sei (começo a não saber) comentar a beleza do seu poema, resta-me dizer que a foto está óptima.

Mona Lisa disse...

Olá Paula

A vida é feita de espantos...

A foto está fabulosa!

Bjs.

Lisa

Odele Souza disse...

Mais um de teus bonitos poemas.

Beijos!

Vicktor disse...

Querida Paula

Um belo poema...

A luz por vezes é demasiado crua. Não há que chegue à luz da alvorada e do tempo de poente.

Beijinhos.

Ana Martins disse...

Extasiemo-nos então Paula, porque horrores já os há demais no mundo!

Beijinhos,
Ana Martins

Kim disse...

Um espanto!
Bj Paola

© Piedade Araújo Sol disse...

elah...um espanto mesmo.

eu uso muito essa palavra e ainda nem sei porque!

a foto também está um espanto!

um beij

antonior disse...

Paula,

Bem gostei das palavras, mas mais, mais, da foto. Está uma bela composição.

São, sem dúvida, caranguejos que andam em frente...neste caso, para a vertigem.

Beijinhos

P.S. - Respondi aos comentários feitos ao meu post "A PROPÓSITO DE UMA IGUANA", como de costume, na mesma página em que foram colocados.

peciscas disse...

Vivemos num mundo pleno de contraditórios.
Por isso, a uns agradamos a outros horrorisamos.
Mas, no meio disto tudo, o que interessa é que sejamos autênticos e sejamos nós a escolher o nosso rumo.

ausenda disse...

O teu poema, como sempre...um espanto!
Gosto da palavra espanto (muito)!

Beijo

(vou mandar-te um mail para me enviares o livro)

laura disse...

Bem, nem sei como foste capaz de tirar a foto com as bicharocas e a pedra com cara de espantada, é? ahhhh, assim, a poesia combina contigo e com tudo..beijinhos da laura

Å®t Øf £övë disse...

Paula,
Quando estamos no palco debaixo do foco principal, nem sempre sabemos qual a melhor forma de agir.
Beijinhos.

Rafeiro Perfumado disse...

Espero que o fio que alimenta a luz tenha comprimento suficiente! ;)

Beijocas!

Amaral disse...

Quisera perceber, minha amiga!
Mas como compreender o poeta, quando ele explode, assim, carregado de luz?!...
É espanto tudo o que extasia!

gaivota disse...

linda foto e bonito poema! parabéns
como poderei adquirir o teu livro?
agradeço me informes...
beijinhos

Isabel Branco disse...

Paula

O universo da luz
ora êxtase...
ora espanto...
e, tantas vezes, poema!

Belissimo.

Um beijinho.

as velas ardem ate ao fim disse...

Lindissimo!

bjo

Branca disse...

Bela foto Paula!


Um beijo e um excelente dia pra vc!

Licínia Quitério disse...

Para agradecer a amabilidade das visitas e felicitar-te por mais um livro de Poemas. Parabéns. Felicidades!

rouxinol de Bernardim disse...

Perfeito!
Um atestado de qualidade e de mais-valia...

gaivota disse...

do livro da luísa, não pude lá estar, estava fora de lisboa e pedi-lhe que mo enviasse pelo correio, paguei por transferência, como vou fazer para ti!
e vou gostar do teu, certamente...
beijinhos

AnaMar (pseudónimo) disse...

Ai daquele que não se espante.
bj

Visite www.arteautismo.com disse...

Oi Paula , e assim que as vezes nos sentimos êxtase e horror. dependendo dos tropeços um dos dois será mais ou menos.
Linda foto garota!
Beijinhos com amor....
Ray

impulsos disse...

Também eu, umas vezes me espanto e outras me extasio...
E também não são raras as vezes em que o êxtase me leva ao espanto!

Beijo

Carla disse...

e que estes opostos não se toquem.
belas palavras
beijos

heretico disse...

... e eu deslumbro-me com teus poemas.

sempre belos.

beijos

Jaime A. disse...

O êxtase o oposto do horror...
continuo sempre fã das tuas palavras e, agora, também das tuas fotos.
Bjs, boa semana

ellen disse...

Imagem e poema...uma dupla deliciosa!

Beijinho