sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

Os momentos


Existe o momento
em que nos sentimos
queridos de alguém
-o momento de não pensar-,
existe outro momento
em que nos sentimos
presença dispensável;
no terceiro momento
somos nós próprios
e voltamos a ser felizes.


Foto minha

40 comentários:

Isa disse...

Minha querida,já passei pelos 3 momentos de q,falas!
Ainda há dias pensei neles!
Com uma certa nostalgia.
Beijo.
isa.

entremares disse...

Paula,

A felicidade é uma coisa tão pequenina, tão frágil, tão etérea.
Não tem cheiro, nem sabor, talvez só cor.

E é verdade, somos feitos desses momentos oscilantes em que ora somos alegria ou tristeza.

Sejamos felizes, sim?

Beijos.
Rolando

Laura disse...

Certo, momentos para tudo, vendo bem, há momentos que bem dispensamos, mas, estão lá, e outros que desejamos, mas, não estão lá também...
Beijinhos com desejos de momentos em que tudo seja a contento..laura

Justine disse...

É bom encontrarmo-nos connosco, no silêncio de nós, e sermos felizes!
Poema belo e adequado para o dia de hoje! BOM ANO NOVO, Paula:))

gaivota disse...

que linda foto!
e voltaremos a ser felizes, passando e ultrapassando tantos obstáculos que se nos deparam!
feliz ano 2010, com tudo de bom, muita saúde e paz
beijinhos

wind disse...

O 3º momento é o melhor:)
Beijos

Mona Lisa disse...

Olá Paula

A vida é feita de momentos que alternam entre a felicidade e o desânimo.

Assim se vai vivendo ou existindo...

Bjs.

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA PAULA, BELA FOTO PARABENS!... QUANTO AO TEU POEMA IDENTIFIQUEI-ME COM ELE, AINDA HOJE... ABRAÇO-TE COM MUITA AMIZADE,
FERNANDINHA

Clotilde S. disse...

Obrigada pelos momentos lindos.

E um muito feliz Ano Novo!

Beijo,

Clo

Korrosiva disse...

Sao tres momentos que constantemente nos acontecem...

Feliz 2010
Muitoss beijinhosss Paulinha

São Rosas disse...

Achas mesmo que esse "primeiro" momento é de "não pensar"?!

Je Vois la Vie en Vert disse...

E este é o momento de te desejar muitos momentos !
Feliz Ano Novo !

Beijinhos

Verdinha

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Palota

Venho hoje aqui para te dizer que continuo a visitar-te, continuo a gostar de o fazer, continuo a achar excelente o teu blogue, continuo teu Amigo. E espero continuar assim durante este 2010 em que já estamos. A maior parte das vezes, não deixo cumentários, com o, porque não chego para as encomendas…

Muito obrigado pelo que me deste, que foi muito, e a que eu talvez não tenha correspondido como tu mereces. Vou tentar ser um pouquinho melhor nos 364 dias que se seguem. Mas, não prometo nada. Sou um malandro. Bom? Penso que menos mau…

E peço-te desculpa por este ser um texto comum. Com a quantidade de gente como tu, não podia ser de outra maneira. Não sou uma centopeia, para chegar a toda a parte, muito menos um deus para ser omnipresente. Espero por ti, sempre que queiras visitar-me na minha Travessa.

Qjs

Maria Emília disse...

Quero mesmo viver esse terceiro momento.
Um grande 2010 cheio de belos poemas.
Maria Emília

Å®t Øf £övë disse...

Paula,
Estou a ver que os teus primeiros momentos deste novo ano foram passados virados para a lua...

:)

Beijinhos.

Kim disse...

Mesmo quando nos sentimos dispensáveis, alguém sentirá a nossa ausência.
Beijinhos Paola

Eduardo Aleixo disse...

Gostei muito, muito, do teu poema. Um beijo.

Vicktor disse...

Querida Paula

Muitos momentos bonitos, muita felicidade, são os desejos que te deixo para o ano de 2010.

Beijinhos.

Manu disse...

Olá Paula!

O momento é o presente
também já foi o passado
é futuro de toda a gente
vivo um agora deste lado

O meu primeiro projecto para este ano está em marcha (http://blog-poetas.blogspot.com/ )Estou a procurar os seus livros em diversas livrarias para poder fazer referência à sua poesia editada. Beijos

Tentativas Poemáticas disse...

Querida amiga Paula

Amiga da primeira hora, passaste dizendo: -Gostei! Nessa palavra única reconheci o teu carácter. Se não tivesses gostado di-lo-ias, ou simplesmente não o escreverias.
Muito obrigado, amiga.
Feliz 2010, uma vez mais.
Beijos
António

mfc disse...

É nesse terceiro momento em que quero estar sempre.

Tudo... mas tudo de bom neste ano que entrou!

Carmo disse...

Não seremos nós todos dispensáveis nesta nossa efémera passagem pela terra?

Mas enqunto cá estamos mesmos aqueles que se julgam dispensáveis são indispensáveis, para alguém ou para alguma coisa (Um animal, por exemplo)
A Paula já leu corações sem abrigo d José Jorge Letria? Se não, aconselho.
Um beijinho e feliz ano novo.

Maria Clarinda disse...

(...)no terceiro momento
somos nós próprios
e voltamos a ser felizes.


Que continues assim...Paula!
Lindo o poema!

Luna disse...

2010 esplendoroso.
Cheio de glamour e amor.
Baci

Solange Maia disse...

Paula,

Também gosto quando somos nós mesmas... há nesse momento uma felicidade perpétua... um bem estar que nãopode ser roubado...

Amo suas palavras !!!!

E que esse ano novo que chega, chegue com muitos sonhos, e com todas as alegrias que a gente merece !!!

Beijo carinhoso

Sonia Schmorantz disse...

Tuas palavras são sempre bonitas, mas esta imagem da lua é lindíssima. Hoje aqui também a lua dá seu espetáculo, a cada pouco, vou a sacada namorar um pouco com ela, rsss
beijos, lindo domingo

Laura disse...

Ehh, quando começamos a pensar em demasia que somos mesmo queridos de alguém, plaf a magia vai-se, e, mais vale nem pensar...beijinho da laura, isto se resulta o contrário ahhhh.

Andradarte disse...

Podemos ser sempre felizes...ou não.

Hoje gostaria do Primeiro.

Beijo

heretico disse...

sábias palavras...

beijo

Corvo disse...

São três situações em que nos podemos encontrar a qualquer momento. É bom sentirmo-nos queridos de alguém, mas também é bom sentimo-nos nós próprios.

Beijo do Vasco.

Sonhadora disse...

Lindas palavras, feitas poema e linda foto.
Adorei
Vou voltar

Beijo

Sonhadora

Verdadeira Diva - Carol disse...

Oieee... Td bem? Passando pra conhecer. E simplesmente, adorei. Parabéns pelo seu cantinho. Te ofereço meu award. E ja estou te seguindo viu? rsss. Espero tua visitinha. Tenha uma linda semana. Beijosss.

Nilson Barcelli disse...

Existem momentos, de facto, que têm esse percurso.
Mas outros não...
Um belíssimo poema, gostei.
Beijos.

Thiago disse...

Gostei...! Beijinhos

Lídia Borges disse...

Saber reagir a cada um dos momentos é a arte de viver, de ser feliz.


Um beijo

© Piedade Araújo Sol disse...

gostei de ler e fiquei a pensar nas tuas palavras.

bom ano de 2010.

um beij

Odele Souza disse...

O encontro conosco dá-se por completo no terceiro momento.
E pode ser um momento muito bom.

Um forte abraço e um bom ano novo pra ti.

Odele Souza disse...

Esqueci de dizer. A foto está MARAVILHOSA!.

Sofá Amarelo disse...

No fundo, o terceiro e último momento é aquele em que temos certezas...

Viajantis disse...

estórias de apego e desapego...