segunda-feira, 16 de março de 2009

Ventos


Dos ventos passageiros
chegam as notícias
do tão longínquo lugar
onde te encontras
e de onde me olhas
vivamente,
tão perto de mim
ainda.

Este é o abraço sentido
que me aquece,
trazido pelos ventos.


Foto: Viajantis

42 comentários:

alice disse...

é curioso que tenhas escrito sobre algo em que tenho pensado ultimamente. a forma como o olhar de alguém permanece em nós, parece vigiar-nos, observar-nos a cada momento, mesmo essa pessoa estando longe, ausente, ou distante. um beijo, paula.

Camisinha.com disse...

deve ser mto saber que mesmo a distância,
mantém firma a chama do amor...

claro,
claro que sim!!


abç-te

Maria, Simplesmente disse...

Gostei Paula.
Boa semana
Maria

Ana Martins disse...

Amiga Paula,
um abraço sentido trazido pelos ventos, e cantado num pequenino mas belo e profundo poema!

Beijinhos,
Ana Martins

Sonia Schmorantz disse...

Um lindo poema amiga, eu gosto dos ventos, mesmo fortes, eles trazem mudanças, e quiçá uma pessoa que está longe e quer voltar...
beijo e boa semana

Maria Clarinda disse...

E os ventos sempre nos trazem, recordações boas e não só, que por vezes tem cheiro...de mar, de terra molhada...de campo!
E como sabem bem esses abraços trazidos pelo vento.

Lindo com sempre o teu poema.
Jinhos

(a foto do Viajantis ,mto bonita tbm)

wind disse...

Bonito.
Beijos

Osvaldo disse...

Olá Paula;
E este Vento amigo que leva e traz todos os desejos e perfumes que sustentam os prazeres da vida...
Este Vento que nos refresca a memória e nos faz lembrar que essa mesma aragem acariciou rostos e que após longa viagem, esse mesmo vento nos acaricia agora.
Por isso o Vento transporta aromas de lavanda e hortelã, de alecrim e rosmaninho, que envolvem os Cravos e Rosas de todos os dia.

Parabéns pelo lindo poema e também pela bela foto do Viajantis.

bjs
Osvaldo

António Sabão disse...

Gostei! :)))))))

Beijinhos

Catarino disse...

Esse abraço vai continuar a aquecer-te, a iluminar-te, a inspirar-te...
Esse abraço vai continuar eternamente contigo...
Vais senti-lo ao passar junto à praia sentindo a sua brisa, quando a chuva te molhar, vais senti-lo no silêncio do teu quarto, vais senti-lo sempre...
As pessoas que nos amam acompanham-nos sempre e para sempre, independentemente do que lhes aconteça...
Beijo

Amaral disse...

O pensamento é aquela energia estranha e forte que não conhece quaisquer fronteiras...
Tem a facilidade e a agilidade do relâmpago e soa como trovão a quilómetros de distância...
Um pensamento ou um sentimento parece que cruza o espaço para encontrar seja quem for...

Graça Pires disse...

Tão longe e tão perto. E um abraço trazido pelo vento. Muito belo.
Um beijo Paula.

Thiago disse...

Estas tuas palavras fizeram-me recordar umas outras: "um sorriso, um abraço, um bailado no teu espaço"

beijinhos com carinho

Eduardo Aleixo disse...

Os ventos, que conhecem os segredos de todos os caminhos...
Beijo.
Eduardo

peciscas disse...

Saiba a gente entender as mensagens que o vento nos segreda...

Mariazita disse...

Que bom sentir um olhar "que nos olha" mesmo estando distante!
E o vento, amigo, trazendo "aquele" abraço...

Lindo poema e muito linda a foto.

Beijinhos
Mariazita

Anónimo disse...

Bela esta ligação entre os ventos, as notícias e o abraço que te aquece.
Bonito como sempre!
Bjinhos

Angela Guedes disse...

Oi, Paula!!!
Estou passando pra te deixar um super abraço e lhe desejar uma semana maravilhosa ...
Angela

Å®t Øf £övë disse...

Paula,
Por vezes os ventos trazem-nos muito mais do que os seus próprios sons...
Beijinhos.

Fenix disse...

Quando a distância nos separa de quem se quer perto, qualquer "brisa"/palavra/som/imagem nos aquece como o abraço que não temos, mas que recordamos e/ou desejamos...

Beijinhos

Que te abrace mais que o vento e que o longe se torne perto!

j. monge disse...

ainda a saudade... desta vez temperada pelo vento.

simples e sentido, como uma brisa.

beijo!

Carla disse...

ventos de saudade...tão sentidos
beijos

Fa menor disse...

Os ventos trazem-nos sempre retalhos de saudade e abraços!
E tu tão bem os descreves.
Beijinhos

Laura disse...

Olá.
Tem graça. Nunca me detive a pensar no vento, e, por acaso já pensaste se o vento que passa por ti e por mim, é o mesmo que passa pelos outros mundos, se renova, se recicla? se volta atrás, se continua sempre, ah, grande mistério...e que observação a minha!...
beijinhos e num poema puseste-me a pensar...laura..

Isabel Branco disse...

Paula

Ao sabor do vento
flutuam os pensamentos...
quimeras, momentos
no zum zum dum lamento..-

Um beijinho.

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA AMIGA PAULA... OS BELOS VENTOS TROXERAM-TE PELO MAR SAUDADES DO TEU MENINO, SENÃO EM PESSOA PELO MENOS EM FOTO... MINHA QUERIDA A TUA SAUDADE ESCONDIDA NO CANTINHO DO TEU CORAÇÃO... O MEU BATE EM UNÍSSENO... UM GRANDE ABRAÇO DE AMIZADE...
FERNANDINHA

Pedro S. Martins disse...

o olhar do mar queima os olhos
quando não quer ser olhado
directamente.

meus instantes e momentos disse...

lindo post. Parabens.
Maurizio

manzas disse...

Tocavam os raios ensolarados e madrugadores
Nas vastas planícies, terras por conquistar…
Do chão brotavam vidas e esperanças de amores
Colhidas por ninfas ao som de flautas, a dançar

Mas nessas terras, também corriam ventos de tirania
Trazidas por lordes e senhores de um Rei ditador…
Cobrando liberdade a um povo que por ela ardia
Forçados às leis impostas pelas espadas, suor e dor

Um resto de uma agradável semana!

Bem-haja!

O eterno abraço…

-MANZAS-

Bruno Pimpão disse...

Tão perto e tão distante...é como o amor...

Vieira Calado disse...

O vento e o mar!

Gostei do poeminha.

Beijinhos

Vieira Calado disse...

Agora vejo, amiga,

na banda lateral,

uma referência ao meu livro.

Obrigadíssimo!

Bjs

Nilson Barcelli disse...

Felizmente que ainda há bons ventos...
Belo poema cara amiga, gostei imenso.
Beijo.

Lu Cavichioli disse...

Lindos os teus ventos!
Poema e imagem se fundem na beleza real dos versos.

Amei!
Bjka

Laura disse...

Ventos que voam
Na imensidão
Trazem a saudade
Ao teu coração
E no meio dos ventos
Aprendemos a lição
Não há quem possa
Enganar um coração!...


Aqui e agora.
Um beijinho da laura..

Mariazita disse...

Querida Paula
Hoje venho do Lírios convidar-te a ires ler o poema que publiquei no domingo, da autoria da "nossa" Carmo Vasconcelos.

Por favor traz contigo duas flores que lá coloquei (na sidebar) para as minhas amigas mulheres.

Beijinhos
Mariazita

mundo azul disse...

__________________________________

...que o abraço do vento, seja apenas uma preliminar...

Bonito, Paula, muito bonito!


Beijos de luz e o meu especial carinho...

__________________________________

▒▓█► JOTA ENE ® disse...

... és uma poeta nata.

© Piedade Araújo Sol disse...

poema de ventos e maresia.

eu diria de saudade também.

muito bonito.

beij

Branca disse...

o olhar revela o que sentimos, o que queremos...

Boa noite pra vc,
bjos!

Sônia Brandão disse...

Mesmo o abraço trazido pelo vento pode aquecer.
Beijo.

xistosa - (josé torres) disse...

Os ventos são fortes ... gosto ou amo a brisa, a aragem que dá tempo para nos acariciar e vermos bem se o que trazem é o que nos convém.

(Ando fugido. Estou praticamente sem ADSL, porque neste país só há obrigações, para nós, os direitos, são tortos e tortuosos.
Moro perto de Vermoím, numa zona de moradias.
Ficamos a +/- 5 km da central telefónica.
O sinal não chega para colocar o Magalhães a "navegar"
E se eu tivesse um Magalhães?
É desesperante e não sei se vou melhorar com a internet móvel da Vodafone.
É mais uma tentativa)

Que estas palavras curtas e incisivas, das Romãs, não se apaguem!