quarta-feira, 10 de setembro de 2008

Álbuns de fotografias

Hoje não há fotografias.

Dias em que magoa relembrar
e nada pior que uma foto
para chatear!

Falo de fotografias
bem arrumadinhas
em álbuns de há anos atrás,
daquelas que queremos
perceber quem é quem
e nem sequer nos reconhecemos.

Rasgá-las ou queimá-las
é uma solução...

12 comentários:

viajante disse...

não me parece ser essa a melhor solução...

Mariazita disse...

E que tal guardá-las, por agora, no fundo duma gaveta?
Tudo é passageiro, muito mais os sentimentos.
às vezes chove...mas o sol acaba sempre por brilhar!
Beijinhos
Mariazita

wind disse...

Eu vou por rasgar.
Beijos

Nilson Barcelli disse...

Nunca se devem rasgar e muito menos queimar fotografias (menos aquelas que nos comprometam... eheheheh...).
Beijinhos.

Eduardo Aleixo disse...

Paula

O passado, quer gostes ou não, morreu.
A gente vê as suas imagens. São imagens. Ilusões do real. Podes olhar para elas. Deves. Olha. É bom olhar, sem juizos de valor, só olhar, para a ilusão se dissipar. Só o Presente fica. Existe. Está à espera da tua atenção.
EA

peciscas disse...

Podemos guardá-las sem as ver, no fundo de uma mala.
Mas rasgar ou queimar é irremediável. E podemos um dia arrependermo-nos dessa solução sem retorno.

A. João Soares disse...

É difícil «perceber quem é quem»! O tempo aperfeiçoa certas feições e destrói outras, deixa as suas marcas indeléveis.
Rasgar fotografias é como destruir um corpo indefeso. Deixá-las continuar sossegadas. Fizeram o seu dever de dar prazer na sua época. A partir daí, são estátuas que tentam fazer sobreviver o seu tempo.
Beijos
João

© Piedade Araújo Sol disse...

concordo e nao concordo com o teor do poema.

por vezes rasgamos e deitamos fora.

muitas vezes vamos a correr colar os bocados que restam.

gostei da maneira como abordou o que por vezes nos acontece, o poema, está bom..

beij

Isabel-F. disse...

rasgar ou queimar nunca o fiz ... e acho que nunca o farei ...

posso é tê-las nalgum canto onde por norma não vou ...

beijinhos

Carla disse...

...porque as fotos são pedaços de tempo

xistosa - (josé torres) disse...

O passado convive com o presente e vai conviver com o futuro.
Rasga-lo por que se não gosta de relembra-lo?
Mais tarde recordamos dois desastres!

Sónia Pessoa disse...

rasgar a vida que vivemos, que faz ou fez parte de nós?... acho que não... se foi boa ou má, as fotos servem para lembrar-nos o que teve de bom e o mal que não devemos repetir... e atenção, não sei do que falo, apenas sei que rasgar fotografias não apaga da memória o que se viveu. Beijinhos