segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Perdeu-se o encanto

Perdeu-se o encanto.

Uma mágica ventania
levou-o para muito longe;
tão longe o mar,
tão longe a luz.

Perdeu-se o encanto
e as palavras
não voltarão
a ser fáceis.

14 comentários:

Andradarte disse...

O que vai....volta sempre...
Beijo

Rolando Palma disse...

O encanto...

Pode recuperar-se o encanto?
Podem as palavras voltar a ser azuis?
Por vezes, creio que não.
No entanto, algo cá dentro sopra constante, empurrando-me para acreditar que tudo, mas mesmo tudo... é sempre possível.

Uma óptima semana para ti, com encanto também.
Rolando

Mona Lisa disse...

Olá Paula

...há sempre a esperança que ele(encanto) volte/renasça.

Bjs.

wind disse...

Nunca é fácil recomeçar:)
Beijos

tecas disse...

Olá Paulinha, o encanto pode-se perder mas a esperança...nunca!
Tudo é possível. Magnífico poema.
Gostei.
Bjito amigo e quando voltas a mim:)

Mar Arável disse...

A vida não é só

urna

Jorge disse...

Não ligue ao encanto porque, quando ele vai, torna-se desencanto!

Jaime A. disse...

Pode perder-se o encanto, mas creio na força que faz as palavras regressarem.
Bjs

Graça Pires disse...

As palavras nunca são fáceis... porque a inspiração é um animal selvagem. Só vem quando houver outro encanto.
Um beijo, Paula.

Nilson Barcelli disse...

O vento que leva também traz...
Disse Nilson Confúcio... rs...
Belo poema, querida amiga. Gostei das tuas palavras ao vento...
Beijos.

Valquíria Oliveira Calado disse...

Olá,
Vim deixar-te uma palavra pra meditar, se gostar pode visitar o http://hanukkalado.blogspot.com/
lá terá saciada tua sede de entendimento das palavras de Jesus.
Assim, inteligência espiritual seria a habilidade ou a capacidade de crer em uma mente criadora e universal e se interagir com ela. O conhecimento desta resulta no aumento da fé. Ou seja, quanto mais conhecemos os princípios divinos, mais experimentamos e interagimos com o Criador. Jesus nos ensinou e abriu esta “porta” do entendimento, nos despertando para grandes mudanças interiores que produzem sabedoria, paz, equilíbrio e um ambiente propício para o aperfeiçoamento e descoberta de novos valores e propósitos de vida.
Abraço de paz.

Catarino disse...

Olá, minha querida...
Voltei e agora acho que é definitivo...
Estou a viver em http://cinzelador.blogspot.com/
Uma nova aventura para recomeçar, tal como a minha vida foi um recomeço...
Espero por ti e pela tua divulgação para esta fase inicial...
Beijinho

Catarino disse...

Boa noite.
Estou de regresso, mas agora num novo sítio.
O Diletante ficou para trás, tal como para trás ficou uma etapa da minha vida.
Estou agora no Cinzelador de Palavras. Espero uma visita.
Beijos cinzelados,
Catarino

(http://cinzelador.blogspot.com)

Eduardo Aleixo disse...

Gosto sempre da tua poesia, mesmo qd os temas são tristes.