sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Esperança

Os dias vão passando

- entre os dedos -

como areia;

são os búzios

que me trazem

- de vez em quando -

a tua voz;

audível e serena,

sobre a minha boca

que ainda sorri.



Enorme é a esperança.



Paula Raposo - Dezembro de 2010



Bom Ano de 2011 a todos os que me têm acompanhado nesta caminhada.

11 comentários:

Isa disse...

Passei para te desejar um Feliz 2011,
muita Saúde,Paz e Amor.
Beijo.
isa.

wind disse...

Acabas o ano com um lindíssimo poema!
Bom 2011:)
Beijos

▒▓█► JOTA ENE disse...

ººº
Ok, BOM-ANO tb p'ra ti ...

Então brindemos...

TXIM-TXIM ► Esta é a minha oferta!!

Bjo...!

heretico disse...

"quem espera desespera..."
muito bonito. teu poema.

Bom Ano.

beijos

Nilson Barcelli disse...

Belo poema. Gostei.
Bom ano, querida amiga. Continua a sorrir...
Beijos.

Carmo disse...

Esperança nos corações.

Um beijo e um excelente 2011

Graça Pires disse...

"Enorme é a esperança", Paula.
Um poema muito belo. Espero que o teu ano de 2011 seja Bom.
Um beijo.

poetaeusou . . . disse...

*
que venha o 2011,
uma vez que já cá estamos !
,
bjis,
,
*

rouxinol de Bernardim disse...

Feliz ano novo... e bons poemas!

Eduardo Aleixo disse...

O 2011, nem todos os búzios o revelam. Porque nem todos os búzios sabem. Dizem que com a poluição os búzios sábios andam longe da costa. Ou na costa, mas em poças escondidas. Eu, que sou pescador, ando de poça em poça, a ver se descubro. Se descobrir, eu digo, Paulinha. Tu mereces.

DAD disse...

Muito lindo o teu poema!
Feliz ano para ti, amiga!
Beijinhos,