segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Dia

Um interminável dia:
poderei recordá-lo
e procurá-lo algures
onde ele sempre estará.
A voz doce
a sublime certeza
de querer.
A esperança do breve
futuro, a manhã suavizada
pelas tuas palavras.

13 comentários:

wind disse...

Gostei!
Desejo-te um óptimo 2011:)
Beijos

Justine disse...

Maneira muito bela de dizer memória,vivência, amor.
BOM ANO para ti:)))

heretico disse...

que te sejam suaves as manhãs. sempre...

poema muito belo
beijos

Sonhadora disse...

Minha querida

Um belo e terno poema...as palavras suavizam a saudade.

Beijinhos e bom 2011, cheio de amor e paz, e agradecenso todo o carinho em 2010.

Beijinhos com carinho
Sonhadora

Nilson Barcelli disse...

Há dias assim... no aproveitá-los é que está o ganho... como dizia a minha avó...
Belíssimo poema, gostei imenso.
Querida amiga, desejo-te um feliz 2011.
Beijos.

Jaime A. disse...

As palavras suavizam o dia, aquelas palavras.
Um poema curto, mas muito belo.
Boa semana.

Mona Lisa disse...

Olá Paula

Há dias que ficam para sempre...

Adorei, como sempre, o teu poema.
Parecem feitos para mim.

Beijinhos.

Manifesto Surrealista disse...

Paula,
Quando a voz é doce e a manhã é suavizada por palavras breves vale a pena ter dias desses, intermináveis. Um beijo Paula e gostei muito da sua bonita poesia. Regressarei certamente.
Cristina

tecas disse...

Palavras doces para um dia de um belo poema.
Gostei querida.
Mil bjitos e votos de Bom Ano 2011.

DAD disse...

Olá!
Está alguém em casa?
Foi aqui que encomendaram...?



|''''''''''''''''-- - '''''''||_
|................*AMOR*...........|||'|''__
|________________ _ |||_|___|)
!(@)'(@)''''**!(@)(@)***!(@)''



|''''''''''''''''-- - '''''''||_
|............*CARINHO*.........|||'|''_
|________________ _ |||_|___|)
!(@)'(@)''''**!(@)(@)***!(@)''



|''''''''''''''''-- - '''''''||_
|............*ALEGRIA*..........|||'|''__
|________________ _ |||_|___|)
!(@)'(@)''''**!(@)(@)***!(@)''



|''''''''''''''''-- - '''''''||_
|............*AMIZADE*.........|||'|''_
|________________ _ |||_|___|)
!(@)'(@)''''**!(@)(@)***!(@)''



|''''''''''''''''-- - '''''''||_
|........*FELICIDADE*.......|||'|''__
|________________ _ |||_|___|)
!(@)'(@)''''**!(@)(@)***!(@)
FELIZ 2011!

© Piedade Araújo Sol disse...

palavras sentidas e doridas....

Bom Ano de 2011 com tudo de bom

beij

Mar Arável disse...

Vagarosos instantes

Bom ano

Gislene disse...

Amiga Paula,

Quando chega a noite, repousamos nossa cabeça e fazemos um balanço do que foi nosso dia. No fim do mês fazemos balanço das nossas contas...e quando o ano se finda, costumamos refletir sobre o que foi nosso ano.

Fechamos pra balanço.

Começamos a puxar pela memória para trazer à tona tudo o que nos aconteceu nesse último ano.

Talvez tenhamos passado por momentos difíceis, dolorosos mesmo onde, muitas vezes chegamos a nos perguntar sobre o sentido de nossa vida. Mas o passar dos dias acabou amenizando esse sentimento. Porque o tempo, se passa rápido ou lentamente, ameniza todas as coisas. E é curioso como, mesmo revivendo na memória, as coisas já não fazem mal como antes... naquele momento de dor, tínhamos a certeza absoluta que isso jamais passaria.

Sofremos perdas irreparáveis, dessas que não é possivel voltar atrás, por mais que tentemos. Mas ganhamos em experiência.

E, entrelaçados a esses momentos de tristezas, houveram as alegrias. Desses momentos em que desejamos que o relógio do tempo pare. Uma onda de emoção nos invade ainda, um sorriso aflora e temos a impressão que nosso rosto se ilumina... é importante trazer esses momentos sempre vivos para que nos ajudem quando a maré estiver baixa.

E nesse mar da vida, onde nadamos e fomos levados, chegamos, finalmente, ao porto do próximo ano. Sobrevivemos e, malas prontas e cheias de experiências, nos preparamos para uma nova embarcação. Talvez nova direção.

Mas, olhando o que passou, nessa contabilidade de momentos vividos, pesando os prós e os contras, chegamos à conclusão que o saldo final é positivo. Todos os que chegamos até aqui temos saldo final positivo, mesmo se durante o ano as coisas negativas tentaram nos afetar. Se não fosse assim, não teríamos chegado até aqui.

E vamos começar o novo ano com um grande presente desse Deus Pai que esteve conosco durante todo esse ano: uma nova oportunidade!

Temos nas mãos a chance de recomeçar, reconstruir. Nem todos tiveram, mas a nós está sendo dada essa ocasião. Somos privilegiados. E nesse novo ano, mesmo se não podemos ser pessoas novas, podemos nos sentir pessoas renovadas, fortes o bastante para sobreviver às provações, fortes o bastante para conquistar novas vitórias.

Letícia Thompson.


...Um lindo 2011 à você!...

Gislene.