terça-feira, 24 de agosto de 2010

Palavras verdes

As palavras ditas,
escritas, sonhadas,
partilhadas; são as palavras:
batem-se por um lugar
e o lugar não existe.

As palavras desfeitas,
feitas e refeitas
são só isso: palavras.
sentem-se, vivem-se
ou partem num abraço
sem foz.

Nós sentimos as palavras:
têm – por vezes - a luz do mar
e um verde simples – sempre -
de saudade.

16 comentários:

Isa disse...

A força da palavra,a importância dela!
Às vezes doces,acarinham!
Outras amargas,frias,magoam.
Beijo.
isa.

Observador disse...

Palavras verdes com um sentimento maduro.

Vitor Guerra disse...

palavras... mais do que as que são ditas... me interessam as que ficam por dizer!

PreDatado disse...

As palavras são armas. As palavras são rosas. As palavras são mel. As palavras são vida. As tuas palavras são música para os meus olhos.

Sonhadora disse...

Minha querida
As palavras são só isso...palavras, que são emoção quando sinceras, mas que por vezes ferem e magoam.
Adorei o poema.

Beijinhos com carinho
Sonhadora

wind disse...

Bonito.
Beijos

JE VOIS LA VIE EN VERT disse...

Querida Paula,

As palavras são só palavras mas quando leio que são verdes ... já soem diferente para mim...
Beijinhos
Verdinha

Nilson Barcelli disse...

As tuas palavras chegam sempre à foz...
Excelente poema, querida amiga. Continuo a gostar desta tua fase poética.
Beijos.

© Piedade Araújo Sol disse...

as palavras podem ter muita força. podem ter muitas cores, embora verdes as tuas, eu acho que elas pintam uma simbiose de cores verdes lembrando a esperança e quem sabe um dia serão arco-iris.

um beij

heretico disse...

palavras que voam. por aqui...

belas!

beijos

Mona Lisa disse...

Olá Paula

SOBERBO!!!

AS palavras são poderosas...

As palavras são mágoa...são saudade...

Bjs.

gaivota disse...

as palavras com a força e saberes e sabores do mar!
beijinhos

Graça Pires disse...

Há sílabas verdes recortadas na voz onde as palavras criadas são rios que debandam das nascentes...
Um belo poema Paula!
Um grande beijo.

Justine disse...

Cheio de ritmo e de verdade, o teu belo poema.
Um beijo:))

Carmo disse...

Olá Paula, simplesmente genial!!!

As palavras tal como os silêncios são importantes nas relações humanas.

Beijinhos

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Palotamiga

Palavras verdes - que belíssima imagem. Se tal pudesse ser, diria que estás cada vez mais Poeta. Porém, uma frase só: és Poeta. Chega

Qjs

E um pulinho lá pela Travessa?