sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Duplo sentido


Durante anos recordei.
Não sei quando esqueci.
Mas esqueci, isso eu sei.

Recordei milhões de sorrisos;
esqueci milhares de lágrimas;
quis provar o que não consegui;
mas esqueci-me de lembrar
o que não soube provar.

Este duplo sentido de estar,
sendo, querendo - quantas vezes -
acalma-me os sentidos
e absorve-me a loucura
na permanente ilusão de regressar.

Por isso, eu volto aos teus braços
- que pude esquecer -,
como uma ave perdida
que se reencontra no esquecimento.


Foto minha.

32 comentários:

Chica disse...

Ficou muito lindo,Paula! "reencontrar o outro no esquecimento"...LINDO! beijos,chica

Ana Martins disse...

Maravilhoso Paula!!!!

Beijinhos,
Ana Martins

FlorAlpina disse...

Parabéns Paula!

Gostei muito do poema, das fotos e do blog!
Que saudades desse mar...

Bjs dos Alpes...

Dad disse...

Muito lindo, Paula!

Beijinhos,

Eduardo Aleixo disse...

Muito bons, quer o poema, quer a foto. Abraço.

Korrosiva disse...

:)
adorei!

beijinhoss

Mona Lisa disse...

Olá Paula

Adorei o poema.

O querer, mas não conseguir esquecer o que nos marcou...

Bjs.

Je Vois la Vie en Vert disse...

Bonito o poema e a foto do mar ligeiramente tumultuoso..

Beijinhos

Verdinha

Conceição disse...

Olá!
O poema estava lindo!
E a foto espectacular...de certeza que foi tirada aí na linha, que saudades...

Beijinhos

Isa disse...

Tem força o Poema!
Tem a força do Amor e da "Humildade".
A foto, ai a foto!Ñ tenho palavras!
Beijo.
isa.

Carmo disse...

Paula, bonito poema!!!

Gostei muito


Bom fim-de-semana

Carmo

Å®t Øf £övë disse...

Paula,
Parece-me que recordar aquilo que nos provoca um sorriso nos lábios, e esquecer aquilo que nos atrai as lágrimas, é uma atitude inteligente de se ter.
Beijinhos.

Vieira Calado disse...

AS doces recordações são tudo isso!

O querer regressar.

Beijinho

Ivana Marisa Altafin disse...

Olá Paula,
Bela maneira de recordar. Tem um presente para você no meu blog, espero que goste. Um abraço!

wind disse...

Gostei muito do poema:)
Senti no entanto alguma inquietação:)
Beijos

heretico disse...

regresso ao calor dos afectos.

muito belo

beijos

Kim disse...

O costume. Muito bem.
bj Paola

Mar Arável disse...

Estamos sempre a partir

e a chegar

Bj

Ana Oliveira disse...

Lindo Paula...o regresso ao passado sempre "presente" como salvação...

Um beijo

Ana

alice disse...

muitas vezes penso, ao escrever, que a poesia, mais do que a tradução da memória, é a tradução do esquecimento... um beijo, paula.

Isa disse...

Bom dia!
Obrigada pelo teu apoio!
Passei para te dizer q.tens selo no
"Selos e mimos".
Beijo.
isa.

Laura disse...

Voltamos sempre aos braços e aos abraços que perdidos pela voltam a ficar dentro de nós!
Um beijinho da laura

gaivota disse...

hummmm, que lindoooooooooo
ave esquecida... à beira mar!
beijinhos

Sofá Amarelo disse...

Acho que tudo na vida tem duplo sentido... basta optar pelo que nos parece certo... será?

Jaime A. disse...

O regresso traz sempre o júbilo, a celebração!
Bom resto de semana, amiga

Sandra disse...

Ola, tudo bem??
Sempre retonomoa a casa do Pai.. Não é assim que diz o velho ditado.
Pois é estou aqui..
Um grande abraço, amiga.
Carinhosamsnte,
Sandra.

Venha buscar um carinho na curiosa, para vc.
Sandra

Sandra disse...

Venho carinhosamente fazer um convite.
Espero que aceite e venha conferir quem está comigo neste lindo cantinho, muito especial..
http://sandraandradeendy.blogspot.com/

Se vc. gostar fica o convite para ser seguidor mais recente.
Será um grande prazer te receber por lá.
Carinhosamente,
Sandra/Curiosa....

joaninha disse...

Linda foto, Paulinha!
Do poema direi que está bonito e profundo. Adorei.
Muitos beijinhos com ternura

Patudos do Paúl disse...

Hoje perdi-me por entre as tuas palavras e as fotos e quero dizer-te que ... adorei.
bjos
Ana Paula

Viajantis disse...

Belo poema, bela fotografia!!!!

Graça Pires disse...

O que recordamos, o que esquecemos, tudo de agarra ao peito e nos transforma a vida...
Belíssima fotografia.
Um beijo, Paula.

Déia disse...

A foto é linda!!!

E a volta é impressindível quando o amor existe!

bjkas