segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Um poema

A tua voz é um poema,
em ti, em mil e uma ideias
que me prendem;
e são, também, as tuas mãos,
o poema que a preto e branco
soletro na minha pele;
adormeço - hoje -
no cansaço de te amar:
um quadro, um poema,
a vida por viver.

Paula Raposo.

4 comentários:

Mar Arável disse...

Há vozes que falam por gestos

Isa Lisboa disse...

Amar é um poema lindo...!
Beijos

wind disse...

Muito bonito.
Beijos

cores e outros amores disse...

Gostei de encontrar este espaço... hei-de voltar!